Debates da Plenária Nacional avançam nas pautas prioritárias dos Servidores

Debates da Plenária Nacional avançam nas pautas prioritárias dos Servidores

No final da manhã do sábado (4), trabalhadores do Judiciário Federal e do MPU, delegados(as) na XXII Plenária Nacional da Fenajufe participaram de amplo debate sobre plano de lutas e campanha salarial. Coordenado os trabalhos a mesa foi composta pelos coordenadores Gláucio Luiz, Alisson Ribeiro e Marcos Santos.

Nas discussões foram pontuadas aquelas que são lutas prioritárias na atuação do movimento sindical do Judiciário Federal e MPU. Dos temas em discussão, destaque para a reforma da previdência, revogação da reforma trabalhista, derrubada da EC 95 e da PEC 55/2016, o apoio à auditoria da dívida pública e a data-base . São bandeiras que requerem mobilização constante frente os desafios impostos pela conjuntura que se desenha.

Revogar a Emenda Constitucional 95 e a Reforma Trabalhista, bem como impedir a aprovação da Reforma da Previdência são questões vitais para a preservação dos trabalhadores e trabalhadoras, dos serviços e servidores públicos em todo o país.

As falas foram unânimes quanto à necessidade do fortalecimento da classe e união de luta com trabalhadores de outras categorias, tanto do serviço público quanto da iniciativa privada. Só assim, na soma, é que resultados poderão ser conquistados na defesa dos direitos da classe trabalhadora.

Mais uma vez foi reforçado o calendário de lutas, com ênfase no 10 de agosto, – Dia do Basta – para toda a classe trabalhadora em todos os Estados, convocado pelas centrais sindicais.

A mobilização segue ainda na construção do 12 de setembro, com ato em frente ao STF, em Brasília. É o dia da posse de Dias Toffoli como  presidente do Supremo Tribunal Federal, substituindo Cármen Lucia. Os servidores vão exigir respeito à pauta do segmento.

A data sugerida pela Fenajufe para inserção no calendário de lutas do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos (Fonasefe). Um seminário também será organizado.


O calendário indicado fica assim:

- 10 de agosto: Dia Nacional de Luta nos estados em defesa do emprego, da aposentadoria e contra a reforma trabalhista. As entidades devem se empenhar para construir as mobilizações nos estados a partir dos Fóruns em defesa do serviço Público e outros espaços organizativos nos estados.

- Indicativo do dia nacional de lutas no dia 12/9 com Caravanas para Brasília, data da posse do novo presidente do STF para pressionar pela data-base do serviço público.

- Realização do Seminário Nacional do FONASEFE, conjuntamente com servidores federais, municipais e estaduais. As entidades definirão a data já nos próximos dias.


Credenciamento

Antes do início dos trabalhos do dia, a Secretaria apresentou o resultado do credenciamento na plenária. Encerrado  na sexta-feira, 3, no início da noite, os números contabilizaram, ao todo, 215 participantes. Deste total, 156 são delegados(as) e 46 observadores(as). A sobre dos crachás foram destruídos na presença da mesa diretora. O trabalho foi executado pelas funcionárias Patrícia Tavares (Fenajufe), Roseli Rodrigues (Sindjufe/BA) e Lúcia Dórea (Sindjufe/BA), sob supervisão da secretária política da Fenajufe, Eliane Mendes.