Fenajufe - Com possibilidade de votação da Previdência na CCJ, mobilização segue intensa nesta terça (23)

Com possibilidade de votação da Previdência na CCJ, mobilização segue intensa nesta terça (23)

A pressão contra a reforma da Previdência, principalmente sobre os parlamentares que compõem a CCJC da Câmara dos Deputados foi intensificada na manhã desta terça-feira (23) no Aeroporto Internacional de Brasília e no Congresso Nacional.  Os coordenadores da Fenajufe continuam o trabalho de convencimento  contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência – PEC 6/2019. A PEC é cruel com os trabalhadores e amistosa com os bancos e mercado financeiro. Após sucessivas derrotas na CCJ, a intenção da ala governista é votar, ainda hoje, o parecer do relator  pela admissibilidade da proposta.

Foram confirmadas mudanças no texto como o fim da multa de 40% do FGTS) para aposentados que continuam trabalhando; a possibilidade de redução por meio de lei complementar na idade de aposentadoria compulsória de servidor, hoje em 75 anos; a prerrogativa exclusiva do Executivo para propor mudanças nas regras de aposentadoria e o fim da possibilidade de qualquer pessoa iniciar ação contra a União na Justiça Federal em Brasília. Acompanhe: