Todos ao ato nacional em Brasilia, nesta quinta-feira 13 de setembro!

Servidores denunciam a precarização do serviço público e cobram respeito em ato no STF na posse de Dias Toffoli

Revogação da EC-95, respeito à data-base para o serviço público, revogação da reforma trabalhista e fim da reforma da previdência estão entre os eixos que norteiam a manifestação

A quinta-feira 13 de setembro promete transformar Brasília no grande cenário de luta na defesa de direitos e, principalmente, respeito aos serviços públicos de todo o país. 

As várias entidades nacionais do funcionalismo federal organizadas no Fonasefe - Fórum Nacional das Entidades de Servidores Federais convocam suas categorias para participar de no Dia Nacional de Mobilização, que levará à Esplanada dos Ministérios nesta quinta feira a exigência que governo, STF e Congresso Nacional respeitem direitos dos trabalhadores assegurados na Constituição, garantam orçamento, estrutura e condições dignas de trabalho nos vários órgãos públicos para melhor atendimento da população e cumpram com os acordos firmados com os Servidores Públicos Federais. 

São caravanas vindas de diversos estados, com destino certo: o bloco C do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão – antigo MPOG. Ali acontece a concentração das delegações a partir das 14 horas.

Ainda na mesma tarde os servidores púbicos federais estarão na Praça dos Três Poderes para levar a mensagem pelo respeito ao funcionalismo, às autoridades que participarão da cerimônia de troca de presidência no Supremo Tribunal Federal.  O objetivo é pressionar os chefes de poderes que estarão presentes – Executivo, Legislativo e do próprio Judiciário no atendimento da pauta dos servidores, como o respeito à Data Base a Negociação Coletiva, o direito de greve, a anulação da Reforma Trabalhista e da Lei de Terceirização. Os trabalhadores pedem ainda a revogação da Emenda Constitucional 95, que ataca e acelera o desmonte dos serviços públicos, e o fim da reforma da Previdência, pela defesa da seguridade social.

O 13 de setembro marca o bota-fora da atual presidente do Tribunal, ministra Cármen Lúcia. A partir daí, a presidência ficará sob o comando do ministro Dias Toffoli.

Dos sindicatos que integram a base da Fenajufe em todo o país, mais de 20 confirmaram presença com o envio de delegações para o ato em Brasilia. O Envio de caravanas também foram confirmadas pelas várias Federações e sindicatos nacionais que integram o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos – Fonasefe, que representa hoje, cerca de 2 milhões de servidores em todo o país. Os últimos detalhes na preparação do ato foram feitos em reunião organizativa realizada pelo Fórum na tarde desta quarta-feira, 12.

O cenário de ataques ao serviço público, com restrição orçamentário, corte de investimentos e estrutura, proibição de preenchimento das vagas decorrentes de aposentadorias, congelamento de salários e falta de condições adequadas de trabalho nos vários órgãos e tribunais impõe a necessidade de ação imediata e luta unificada de todo o funcionalismo. 

A Fenajufe convoca os servidores do PJU e MPU a ajudar na convocação do ato e reforçarem o convite à participação no Dia Nacional de Mobilização do funcionalismo federal, em defesa de serviços públicos de qualidade e respeito aos direitos de quem faz o estado funcionar.