Fenajufe - Mulheres se reúnem em ato na Câmara dos Deputados e dizem NÃO à reforma da Previdência

Mulheres se reúnem em ato na Câmara dos Deputados e dizem NÃO à reforma da Previdência

Mais um mega evento contra a proposta de reforma da Previdência elaborada pelo governo Bolsonaro tomou o palco principal do Auditório Nereu ramos nesta quinta-feira, 11. Mulheres Unidas em Defesa da Aposentadoria foi o grito delas e deles, contra a pretensão do governo de punir mulheres por serem mulheres. Ao desconsiderar a jornada dupla, tripla e a sobrecarga de trabalho que recai sobre elas, o governo tenta anular conquistas recentes e destituí-las de um fim de vida com alguma dignidade. Contra isso, as trabalhadoras foram uníssonas: NÃO!

A Fenajufe esteve representada no seminário com a Coordenadora Elcimara Souza e o Coordenador-Geral Joé Aristeia. Participação também de deputados da Câmara como a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres e da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. Outras entidades representantes das trabalhadoras e trabalhadores lotaram o Nereu Ramos e mais dois plenários para o ato cujo foco principal são as medidas que proposta trazem e que infernizam a vida das mulheres. a mudanças para as mulheres.

A PEC da reforma da Previdência pune severamente as mulheres. Elas terão que trabalhar dois anos a mais, se forem do setor urbano, e cinco anos a mais, se trabalhadoras rurais. Serão, portanto, afetadas tanto pela elevação da idade mínima quanto pelo aumento do tempo mínimo de contribuição e, mais ainda, pela combinação desses requisitos. Outro ponto levantado é que a proposta do governo ignora as desigualdades de gênero ainda características do mercado de trabalho e as relações familiares no Brasil. Isso agrava mais as dificuldades que as mulheres enfrentam para adquirir os pré-requisitos necessários à proteção adequada no final da vida.

A Coordenadora Elcimara Souza gravou mensagem direto do Auditório, durante o evento. Acompanhe.

 

 

A íntegra dos pronunciamentos pode ser vista AQUI.