Fonasefe articula próximas etapas da luta contra a reforma da Previdência

Fonasefe articula próximas etapas da luta contra a reforma da Previdência

A Fenajufe participou nesta quarta-feira, 19, de reunião convocada pelo Fonasefe, com o objetivo de discutir os próximos no combate à reforma da Previdência em tramitação na Câmara dos Deputados. O encontro aconteceu na sede do ANDES-SN, em Brasília. Pela Federação estiveram presentes os coordenadores Costa Neto, Fernando Freitas, Isaac Lima e Leopoldo de Lima. 

Ainda nos informes das entidades, o coordenador Isaac Lima, no plantão da semana ao lado do coordenador Leopoldo de Lima, informou que a campanha de mídia operada pela Fenajufe contra a reforma da Previdência e convocando à participação na greve geral do 14 de junho, alcançou um universo de mais de 700 mil pessoas, sendo bem sucedida no objetivo de buscar o engajamento dos internautas. O vídeo da campanha bateu a casa das 130 mil visualizações, com mais de 2.500 interações. O dirigente informou que uma segunda fase da campanha já está em elaboração. 

Diante dos números atingidos pela Fenajufe, as entidades sugeriram a integração da campanha com o Fórum, a exemplo do que aconteceu na divulgação do 14J. Assim, o segundo vídeo a ser produzido, bem como os cards, também poderão ser divulgados pelas entidades que integram o Fonasefe. 

Com relação à greve geral, a avaliação foi de que, politicamente, a paralisação gerou resultados positivos para a mobilização das entidades contra a PEC. Houve uma intensa construção conjunta das entidades sindicais, movimentos sociais e da classe trabalhadora para que a Greve Geral fosse um sucesso.   

A necessidade de intensificar as ações contra a reforma também foi discutida. As entidades nacionais dos SPFs vão organizar trabalho mais próximo dos parlamentares, buscando convencimento quanto aos riscos que continuam na proposta. É um trabalho exigirá esforço concentrado das entidades na semana de 1º a 5 de julho e será crucial para um resultado positivo. A Fenajufe orienta aos sindicatos que intensifiquem esse trabalho também em seus estados, nas bases eleitorais de deputados e senadores. 

Pauta de reivindicações

Nesta sexta-feira, 21, representantes do Fórum, entre eles a Fenajufe, irão reunir-se com a assessoria do Ministério da Economia. O momento será de cobrar do governo o encaminhamento da pauta de reivindicações apresentada, contendo as demandas dos servidores. Na reunião as entidades também reafirmarão posicionamento contrário à reforma da Previdência.

 

 

Luciano Beregeno, da Fenajufe
Fotos: Joana Darc Melo (Fenajufe)