Fenajufe - Fenajufe convoca sindicatos à pressão contra reforma da Previdência no Congresso de 2 a 4 de julho

Fenajufe convoca sindicatos à pressão contra reforma da Previdência no Congresso de 2 a 4 de julho

Esforço estabelece contraponto ao calendário da Câmara dos Deputados. Rodrigo Maia e Planalto querem reforma no plenário o mais rápido possível

A Fenajufe convocou nesta terça-feira, 25, atuação conjunta de todos os sindicatos filiados para pressionar deputados e senadores em Brasília na semana de 2 a 4 de julho, a votarem contra a reforma da Previdência. A iniciativa chega no momento em que a análise da proposta na Comissão Especial da Câmara dos Deputados entra na reta final.

Pelo cronograma, ainda nesta semana serão finalizadas as intervenções dos membros do colegiado para que o relator, Samuel Moreira (PSDB/SP), faça a complementação do voto.  A previsão é que todo o processo seja encerrado até a terça-feira, 2 de julho, inclusive com a votação concluída na Comissão Especial.

Finalizada essa fase da tramitação da PEC 6/2019, Rodrigo Maia (DEM/RJ), presidente da Câmara, já sinalizou que pretende levar a reforma para apreciação do plenário o mais rápido possível. Ou seja, o esforço contra a aprovação vai requerer trabalho concentrado. O objetivo é que cada delegação faça visitas a deputados e senadores dos próprios estados.

As entidades deverão informar à Fenajufe os nomes completos com CPF de seus representantes até o domingo (30), para o endereço eletrônico O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

A íntegra do documento pode ser lida a seguir:

CONVOCATÓRIA

 

Atenção Entidades! 

A Diretoria Executiva da Fenajufe, cumprindo seu papel de organizar e direcionar nacionalmente o trabalho dos sindicatos filiados para dar encaminhamento às resoluções aprovadas pela categoria nas instâncias deliberativas da Federação, vem convocar os sindicatos filiados a enviarem representantes para fazer trabalho de pressão sobre os parlamentares contra a PEC nº 6/2019 no Congresso Nacional, em Brasília, entre os dias 2 a 4 de julho de 2019.

A estimativa do governo e do presidente da Câmara é aprovar a PEC 6/19 o mais rápido possível. Com isso, eles estão trabalhando com o cronograma de tramitação da reforma considerando os prazos regimentais no seu limite mínimo e nós vamos atuar no sentido contrário, trabalhando contra a aprovação da PEC. 

Neste cronograma limite mínimo que o governo está trabalhando, segundo nossa assessoria parlamentar (Queiroz Assessoria em Relações Institucionais e Governamentais) entre esta terça e quarta-feira (25 e 26/6) encerra a discussão na comissão especial. Têm 76 parlamentares inscritos para discussão da proposta, atualmente. Em seguida (26 ou 27/6), o relator faria a complementação do seu voto.

Poderão ser oferecidos destaques até o anúncio da votação e entre quinta (27) e terça-feira (02) iniciaria o processo de votação da proposta com inclusão na pauta do Plenário, após o interstício de duas 2 sessões após a publicação do parecer da comissão especial, ou seja, entre terça-feira (02), no cenário mais célere, e sexta-feira (05), no cenário mais moroso, sem considerar outros fatores externos da conjuntura.

A Fenajufe solicita aos sindicatos que enviem os nomes completos com CPF dos seus representantes até domingo (30/6) para o endereço eletrônico O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Também estamos preparando material para entregar aos parlamentares, que estará à disposição dos sindicatos na terça-feira (2/7), na sede da Fenajufe a partir das 10 horas.

 

Diretoria Executiva da Fenajufe

 

 

 

*Atualizada às 13h39 do dia 28 de junho, para correção da data de convocação - 2 a 4 de julho de 2019.