Coordenador encaminha sugestão de alterações ao projeto do Porte de Arma

Coordenador encaminha sugestão de alterações ao projeto do Porte de Arma

O coordenador da Fenajufe, Roniel Andrade – no plantão nesta segunda-feira – participou na manhã desta segunda-feira, 26, de reunião com a assessoria do deputado Luiz Miranda (DEM/DF). Na pauta, o porte de Arma para Agentes de Segurança Judiciária. Da reunião participou ainda Darney Augusto Bessa, Agente de Segurança lotado no Supremo Tribunal Federal.

O dirigente da Fenajufe, que também é presidente da Associação dos Agentes de Segurança do Poder Judiciário da União – Agepoljus – entregou à assessoria do deputado a proposta de alteração ao texto do Projeto de Lei 3723/19, que flexibiliza o porte de armas. Ela corrige a proposição feita pelo relator de concessão do porte a 50% do efetivo de Agentes de Segurança em atividade e concedeu apenas o porte funcional.

Pelo texto encaminhado ao gabinete do deputado, a categoria propõe concessão do Porte de Arma a todos os Agentes em atividade e também estende ao plano pessoal, a prerrogativa do porte funcional. A alteração já havia sido articulada junto a Luis Miranda e ele se comprometeu a apresentá-la ao relator. A informação obtida ao final do dia é que o parlamentar já estaria de posse das alterações, entregue pela própria assessoria do congressista.

O PL 3723/19 está pronto para apreciação do Plenário e tem como relator o deputado Alexandre Leite, do DEM de São Paulo. Conheça a proposta AQUI.