Frente em Defesa do Serviço Público retoma atividades no Congresso

Frente em Defesa do Serviço Público retoma atividades no Congresso

 

 

O Coordenador-Geral da Fenajufe Costa Neto participou nesta terça feira (04) da primeira reunião do ano da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público. A Frente retoma as discussões de enfrentamento aos ataques do governo quanto aos servidores, ao serviço público e à sociedade de um modo geral.

As entidades presentes reafirmaram a urgência de desconstrução da narrativa do governo diante da sociedade de que o servidor público é o grande vilão.

Os participantes reafirmaram a necessidade de participação das entidades na campanha de mídia com foco na população para esclarecer à sociedade, de forma direta, os efeitos nocivos que a Reforma Administrativa pode trazer, como o sucateamento dos serviços públicos. Fazer chegar ao cidadão o entendimento de que a reforma vai acabar com seus direitos de acesso à Justiça e a serviços como saúde, educação, segurança pública e etc.

Na avaliação do coordenador Costa Neto, “A reunião foi muito importante para se delinear e tratar de todas as estratégias de trabalho no sentido de aglutinar mais entidades a participarem da Frente e das estratégias encampadas para se trabalhar a greve do 18 de março”. O dirigente ainda destacou a relevância da Frente como meio de defesa dos servidores públicos face aos ataques postos.

No encontro foi reafirmado o chamamento para o Ato em Defesa do Serviço Público que acontece no dia 12 de fevereiro no auditório Nereu Ramos, da Câmara dos deputados, de 9h às 17h. Na ocasião será distribuído um manifesto assinado pelas entidades que compõem a Frente Parlamentar ao mesmo tempo em que um vídeo em defesa do Serviço Público começará a ser veiculado nas redes sociais. Também será distribuída uma nota técnica com estudo sobre o funcionalismo público no Brasil.

A fim de facilitar o acesso à Câmara no dia do ato, será disponibilizado uma ficha digital para que as entidades inscrevam previamente seus participantes. Foi sugerido também aos dirigentes das entidades para que cheguem com antecedência, a fim de não correr o risco de serem impedidos de entrar em face da lotação do local.

Estiveram presentes além da Fenajufe, Fasubra, Condsef, Asfoc, MOSAP - Sindjus-DF, Sitraemg - MG, Sisejufe- RJ entre outras.
Debateu-se, ainda, o apoio à greve dos petroleiros e aos servidores do Dataprev e da Casa da Moeda, que já se encontram em estado de greve.

Fortalecer o Dia 18 de março é fundamental neste início de ano.

Calendário:

12-02: Ato em Defesa do Serviço Público – Auditório Nereu Ramos - de 9h às 17h.

18-03: Dia Nacional de Greve no Serviço Público.

 

Texto e foto: Joana Darc Melo, da Fenajufe