Fenajufe mantém Greve Nacional e orienta reavaliação de atos no 18 de Março

Fenajufe mantém Greve Nacional e orienta reavaliação de atos no 18 de Março

 

Em razão da Pandemia de COVID-19 e pelo risco à saúde de Servidoras e Servidores do PJU e MPU, a Fenajufe – Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União orienta aos Sindicatos filiados, com a prudência e responsabilidade que o momento requer, à reavaliação dos atos e mobilizações coletivas em 18 de março, atentando-se às orientações e recomendações das autoridades sanitárias em suas localidades.

No entanto, frente à conjuntura de ataques à integridade laboral e direitos dos Serviços Públicos e dos Trabalhadores Brasileiros, e considerando que a greve não contribui para a propagação da epidemia, a Fenajufe mantém a Greve Nacional, orientando aos sindicatos que procedam à reavaliação criteriosa sobre a viabilidade e segurança de possíveis mobilizações, priorizando a segurança sanitária de todas e todos. 

A Fenajufe orienta ainda que o dia 18 de Março seja dedicado à intensa mobilização virtual, para  garantir visibilidade à nossa causa, com atuação massiva e maciça nas Redes Sociais na Internet como Twitter, Facebook, Instagram, WhatsApp e Telegram.

Reforça também que as Assessorias de Comunicação da Fenajufe e dos Sindicatos da Base articulem ações programadas e atuem conjuntamente, bem como busquem integrar outras entidades dos Serviços Públicos, com o objetivo de garantir volume e repercussão da Greve Nacional.

Por fim, destacamos que qualquer andamento de PECs ou projetos de lei no Congresso Nacional, que prejudiquem os(as) Servidores(as)  Públicos ou a Classe Trabalhadora, não será tolerado, tendo a Fenajufe já se manifestado junto aos presidentes das Casas Legislativas para suspender qualquer tramitação nesse sentido. 

Brasília-DF, 14 de março de 2020.