Frente Parlamentar Mista discute estratégias contra avanço da PEC da Reforma da Previdência

Frente Parlamentar Mista discute estratégias contra avanço da PEC da Reforma da Previdência

Discutir estratégias e organizar o dia de luta na Greve Geral do 14 de junho já na próxima semana. Com essa perspectiva, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Pública se reuniu na terça-feira (4/6).

A Fenajufe esteve representada pelos coordenadores Costa Neto, Evilásio Dantas, Fernando Freitas, Fabiano dos Santos e Roberto Policarpo. Dos sindicatos da base, participação do Sindjus (DF), Sindjuf (PB), Sintrajud (SP) e Sitraemg (MG).

Dentre as preocupações discutidas, a organização e estratégias de ação para combater o avanço da reforma da Previdência e fortalecer a luta em defesa da ampliação e proteção dos direitos dos trabalhadores frente aos ataques patrocinados pela PEC 6/2019. A avaliação é que o momento requer mobilização intensa e crescente para garantir o sucesso da Greve Geral em 14 de junho. Com os atos e as ações coordenadas em todo o País, o 14 de junho pode representar um novo momento na correlação de forças no Congresso e de maior pressão aos parlamentares.

As entidades avaliaram ainda o cenário posto após o encerramento do prazo para apresentação de emendas à reforma da Previdência. Ao todo, 276      peças foram protocoladas pelos parlamentares. No entanto, algumas não possuem o quórum mínimo de 171 assinaturas válidas e devem ser consideradas inconsistentes. O relatório com a análise das assinaturas deverá ser finalizado nos próximos dias e as entidades ainda tentam discutir o texto final com o relator da PEC na Comissão Especial, deputado Samuel Moreira (PSDB/SP).

A frente Mista também avaliou o calendário de tramitação da reforma e as probabilidades de votação da PEC ainda no primeiro semestre. O presidente da comissão, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), disse nesta quinta-feira (6) que o feriado de Corpus Christi, no dia 20, e a semana seguinte ao feriado, que será de festas juninas, podem confirmar o início da votação apenas no próximo mês. O momento é de resistência para impedir que esse calendário se concretize, a fim de se ganhar mais tempo para a realização de atos e mobilizações contra a Reforma.

Greve Geral

A Frente Parlamentar Mista volta a se reunir na próxima semana quando finaliza os preparativos, com as Entidades, para a Greve Geral do 14 de junho. A Fenajufe reforça orientação aos sindicatos de base que atuem pesadamente na construção de uma Greve Geral em suas cidades e estados, buscando a unificação de esforços com os demais atores do movimento.

Tendo em vista a construção da Greve Geral de 14 de junho, a Fenajufe encaminhou aos sindicatos da base as orientações quanto ao que deve ser observado para proteção legal dos grevistas e pelo sucesso do movimento paredista. A Cartilha de Greve, elaborada pela Assessoria Jurídica da Fenajufe, pode ser baixada AQUI.