Nereu Ramos é palco de ato contra reforma da Previdência

Nereu Ramos é palco de ato contra reforma da Previdência

O encontro organizado pela Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social contou com a participação da Fenajufe

 

Continuando os trabalhos da semana de esforço concentrado em defesa das pautas da categoria no Congresso Nacional, a Fenajufe e sindicatos da base participaram, na manhã desta quarta-feira (3), da reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social. O ato, que ocorreu no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, também foi palco para o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Reforma Tributária Solidária.

Estiveram presentes as coordenadoras Juscileide Maria Kliemaschewsk e Lucena Pacheco Martins e os coordenadores Costa Neto, Erlon Sampaio, Evilásio Dantas, Fernando Freitas, José Aristeia, Leopoldo de Lima, Roberto Policarpo, Roniel Andrade e Thiago Duarte. Pela base, o Sintrajud-SP, Sintrajufe-RS, Sintrajurn-RN, Sisejufe-RJ, Sitraemg-MG, Sintrajuf-PE, Sindjus-DF, Sindjuf/PA-AP, Sindijufe-MT e Sindjufe-MS.  

Na ocasião, a professora Denise Gentil apresentou os resultados do estudo sobre o modelo atuarial do regime geral e falou sobre os impactos da exclusão social da reforma da Previdência (PEC 6/2019). Gentil destacou três pontos fundamentais: ausência de memória de cálculo com os dados exatos; os parâmetros que foram utilizados no modelo atuarial e a ineficiência do projeto divulgado pelo governo, uma vez que não pode ser replicado.

Além disso, a professora criticou a falta de transparência da equipe econômica com relação aos números que embasam a proposta de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes: sete planilhas que, em tese, demonstrariam a fonte do déficit na Previdência, estão ausentes nos dados divulgados.

Reforma Tributária

Ocorreu também nesta manhã o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Reforma Tributária Solidária que busca mais justiça, desenvolvimento, emprego e consumo. O objetivo é fomentar um debate amplo, plural e democrático para corrigir anomalias do sistema tributário brasileiro. Na ocasião foi entregue material produzido pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip) e Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco).

 

Raphael de Araújo, a serviço da Fenajufe

Fotos: Joana Darc Melo