Campanha Salarial 2014: Santa Catarina, padrão Fifa

Campanha Salarial 2014: Santa Catarina, padrão Fifa

Representantes de cinco entidades de servidores públicos federais estiveram nesta quarta-feira, dia 22, no átrio da Justiça Federal, no Ato/Assembleia de lançamento, nos estados, da Campanha Salarial 2014. O lançamento nacional será no dia 5 de fevereiro, com marcha em Brasília. Apesar do forte calor, participaram servidores do Judiciário das três Justiças da Capital e de São José. Foi uma bela Assembleia, a segunda do ano, e que deixou clara a necessidade de união de todos servidores para arrancar conquistas em ano de Copa e de eleição.

O tom da campanha já ficou evidente na entrada do prédio da JF, onde três banners reproduziam o lema “Jogando juntos a gente conquista!”. Cada um deles agora será instalado na frente da sede da JF, JT e JE. Entre a pauta de reivindicações, uma das que recebeu destaque nas falas foi a necessidade de definição da data-base (1º de maio) dos servidores públicos. É urgente pressionar o governo Dilma/PT nesse sentido, destacou a representante do Ministério Público do Trabalho, Gleidismara Cardozo. “Não vamos permitir que cada vez mais nos tratem como categoria de segunda classe”, disse ela, classificando como fundamental que o Fórum que reúne os SPFs em SC faça reunião ao menos uma vez por mês para pautar as lutas da categoria.

A diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência do Serviço Público Federal no Estado de Santa Catarina (Sindprevs-SC), Fátima Regina da Silva, destacou que um elemento importante de mobilização também é a luta contra as privatizações. Ela citou o caso das reformas do Hospital Florianópolis, que foram inauguradas neste mês, mas a instituição será agora administrado por uma Organização Social (OSs), a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina. Essas OSs têm sido duramente combativas por seu viés privatista e por fazer de serviços públicos meras mercadorias.

O diretor da Seção Sindical IFSC (Institutos Federais de ensino) do Sinasefe, Luiz Gregório Martins, deu informe sobre a decisão da mais recente plenária do Sindicato Nacional, que aprovou a construção de Greve se o governo não atender as reivindicações dos servidores. Gergório também fez um chamado à unidade de todos os setores em torno das reivindicações da categoria.

Já o diretor da AssIBGE, Ricardo Mattei, lembrou da luta feita pelos servidores para evitar a precarização do Instituto, que mede indicadores fundamentais para o país. Ele também destacou a importância da luta pela data-base e terminou sua fala declarando que se até um “rolezinho” agora virou alvo de atenção e caso de polícia, imagine a visibilidade e consistência do movimento se o conjunto dos servidores sair às ruas para exigir do governo o atendimento de suas reivindicações.

O representante da CSP-Conlutas, Diogo Leal Pauletto, destacou que o governo Dilma/PT mantém políticas contrárias aos interesses dos servidores, como é o caso das privatizações e o recente leilão do pré-sal, e por isso é tão importante fazer campanha unificada e somar forças.

O coordenador do Sintrajusc, Sérgio Murilo de Souza, enfatizou que os governos passam, mas um direito básico dos servidores, a reposição anual de salários, não é reconhecido. “Para conquistá-lo, como já ocorreu em outros momentos, é preciso muita luta, e unificada”. O coordenador Paulo Koinski ressaltou que a luta pela data-base unifica todos os servidores públicos federais, e o coordenador Edson Régis finalizou dizendo que os balões coloridos lançados ao final do Ato vão chegar a cada município do estado para convidar todos os servidores a participar das mobilizações. 

Ao final do Ato, foram soltos balões nas cores verde, amarelo, azul e branco, que coloriram a parte externa do prédio da Justiça Federal. Na Assembleia do Sintrajusc, realizada em seguida, foram aprovados por unanimidade os nomes de Paulo Koinski e de Fernanda Ambros para representar Santa Catarina na reunião do Fórum Nacional dos SPFs, dia 7 de fevereiro, e na Reunião Ampliada da Fenajufe, dia  8 de fevereiro, ambas em Brasília.

A diretoria do Sintrajusc avaliou como extremamente positivo o Ato de lançamento da Campanha Salarial em Santa Catarina, e convida todos os servidores a se somar a todas as atividades chamadas pelo Sindicato, para mostrar que jogando juntos a gente conquista.

Fonte: Sintrajusc