Caravanas solidárias aumentam a adesão à greve no DF

Caravanas solidárias aumentam a adesão à greve no DF

BRASÍLIA – 08/08/12 - Nesta terça-feira [07/08], vários locais de trabalho do Poder Judiciário do Distrito Federal receberam caravanas solidárias, com o intuito de promover arrastões de conscientização e convencimento, fortalecendo e ampliando assim o movimento grevista no DF. Nelson Ribeiro Soares, do comando de greve de Samambaia, afirmou que os servidores do Fórum aprovaram a iniciativa da caravana solidária. O Fórum de Samambaia, por exemplo, recebeu a visita dos servidores de Taguatinga. “A vinda de servidores de Taguatinga para o Fórum de Samambaia foi uma ação de impacto que resultou na sensibilização e motivação tanto dos colegas que aderiram à greve quanto dos que ainda estavam fora do nosso movimento”, afirmou Nelson.

De acordo com o Sindjus-DF, uma comitiva de servidores de Planaltina e Sobradinho, onde mais de 50% dos não comissionados já aderiram à greve, foram para o Fórum do Paranoá. Chegando lá, uma surpresa: por determinação da diretoria do Fórum, todas as portas foram fechadas. Os grevistas dos outros fóruns foram conduzidos para fora. Como não houve sequer possibilidade de negociação dos manifestantes percorrerem o interior do Fórum, os integrantes da caravana foram para a rua e, com auxílio do microfone, entoaram palavras de ordem em favor da greve. A Polícia Militar foi chamada para intimidar os manifestantes. Segundo Marcelo Santos, do comando de greve de Sobradinho, apesar do episódio lamentável, vários servidores do Fórum desceram e se solidarizaram com o movimento.

Os servidores de Ceilândia animaram a greve no Fórum Leal Fagundes, onde realizaram um arrastão principalmente nas varas com pouca adesão. “Durante o arrastão foi possível sentir que os servidores ficaram dispostos a aderir à greve. O movimento grevista está se intensificando a cada dia no Fórum Leal Fagundes. A caravana solidária é muito importante, pois o pessoal de Ceilândia que veio para cá hoje é engajado, tem experiência na realização de greves. Isso agrega valor à mobilização”, afirmou Marcílio Reis, do Comando de Greve do Fórum Leal Fagundes.

Também ontem, os servidores das Varas Trabalhistas foram para a sede do TRT com a disposição de fortalecer a greve. Para Ricardo Souza, do comando de greve daquele órgão, a caravana solidária foi uma iniciativa importante que deve ser repetida. “Precisamos utilizar com mais frequência essas caravanas. Embora estejamos realizando piquetes todos os dias, a adesão dos servidores do TRT-Sede precisa melhorar. Até agora não atingimos 20% do quadro. A vinda de colegas das Varas para cá tende a impulsionar a participação da sede do TRT no movimento grevista”, afirmou Ricardo.

Uma caravana do Fórum do Núcleo Bandeirante teve a responsabilidade de contribuir com o fortalecimento da greve na sede do TJDFT. A chegada desses servidores foi anunciada pelo coordenador-geral do Sindjus Jailton Assis e bem recebida pelos colegas da sede. Para Leila Aparecida, do comando de greve do TJ, a greve está crescendo dia após dia e iniciativas como essa da caravana solidária contribuem para a consolidação do movimento. Leila ainda destacou a marcha dos servidores que estavam concentrados na Sede até o Fórum Verde, onde a Vara do Meio Ambiente já está parada. Os grevistas percorreram diversas salas do Fórum Verde conscientizando sobre a importância da adesão de todos à greve para a conquista do nosso reajuste salarial.
O Sindjus-DF informa que nos próximos dias as caravanas solidárias continuam. O cronograma está disponível no site do sindicato.

Fonte: Sindjus-DF