Fenajufe - Assembleia geral do Sindjufe-PB decide por “apagão” no dia 15

Assembleia geral do Sindjufe-PB decide por “apagão” no dia 15

Nova assembleia, na mesma data, irá definir o indicativo de greve

BRASÍLIA – 08/08/12 - Em assembleia geral nesta quarta-feira [08], os servidores do Judiciário Federal da Paraíba decidiram que irão paralisar as atividades no TRE-PB, durante o dia 15, com direito a piquete e manifestações em prol da aprovação do PCS da categoria. Segundo informações do Sindjuf-PB, um comitê foi definido para visitar o TRT, as Varas do Trabalho e Justiça Federal e convidar os demais servidores a também se mobilizar, uma vez que o Plano beneficia a toda a categoria.

O coordenador de formação sindical do Sindjuf-PB, Severino Nery, comentou sobre a necessidade da luta pelo PCS, especialmente nesse momento em que os prazos parlamentares estão se esgotando para inclusão dos valores do Plano no orçamento do próximo ano. “Nosso PCS está em jogo, por isso, precisamos nos mobilizar,” convocou.

Nery comentou acerca da recomendação do CNJ pela reposição anual das perdas inflacionárias dos servidores em todos os tribunais. Conforme o coordenador, esse não pode ser um motivo para deixar de lutar pelo PCS, uma vez que não há nada de concreto nesse sentido.

O coordenador-geral do sindicato, Marcos Lopes, ressaltou que a reposição anual das perdas inflacionárias é um dispositivo constitucional, que deve ser respeitado, mas que a categoria também precisa pensar e discutir a estrutura da carreira.

Além das decisões relativas à paralisação, foram escolhidos os delegados para a reunião ampliada da Fenajufe, que será no dia 16 deste mês. Os eleitos foram José Alves e Severino Nery. Como suplentes foram escolhidos Marcos Lopes e Mário Martins.

Marcos Lopes deu informes sobre Brasília, São Paulo e Mato Grosso, que se encontram em greve, defendendo em seguida a necessidade de adesão ao movimento. “Temos que compreender que essa mobilização só terá grande impacto se for concentrada na Justiça Eleitoral”, comentou.

O coordenador Nery lembrou que 31 de agosto é o último dia para a inclusão dos valores do PCS no Projeto de Lei Orçamentária de 2013 e que o momento de realizar uma greve seria este.

Após deliberar sobre a dificuldade de adesão para uma greve por tempo indeterminado nesse momento, os servidores decidiram que irão realizar uma paralisação no dia 15, com uma nova assembleia de indicativo de greve na sede do TRE-PB, às 14h30, do mesmo dia.

O comitê de mobilização que irá visitar os demais locais de trabalho será formado por Marcos Lopes, José Alves, Hilarina Aires, Paulo Farias e Gérson Silva. Conforme deliberação da assembleia, o Sindjuf-PB irá entrar em contato com outras categorias de servidores, principalmente a Polícia Federal, que entrou em greve nesta quarta-feira [8], para apoiar a manifestação do dia 15.

Fonte: Sindjuf-PB