Em assembleia nesta terça, servidores do Piauí suspendem greve no Estado

Em assembleia nesta terça, servidores do Piauí suspendem greve no Estado

Os servidores do Judiciário Federal no Piauí, reunidos em assembleia no Fórum Osmundo Pontes nesta terça-feira (04), aprovaram a proposta de suspensão da greve. No entanto, a categoria garante a manutenção do estado de greve enquanto acompanha o andamento do projeto de Plano de Cargos e Salário (PCS) que tramita no Congresso Nacional.

A categoria entende que sai da greve de forma vitoriosa. Segundo o diretor do Sintrajufe-PI Pedro Laurentino “politicamente saímos vitoriosos e vamos unir forças, ver como podemos reunir mais companheiros, fazer atos, fazer ações no Brasil todo para conseguirmos elastecer ainda mais essa proposta que está tramitando no Congresso agora”.

Os servidores do Estado não concordam com as propostas apresentadas pelo Governo Federal, de 15,8%, e do Supremo Tribunal Federal, de 33%, ambas parceladas em três anos. De acordo com o diretor Saturnino Dantas “nós não aprovamos esse reajuste, lutamos pelo nosso PCS, mas diante do que foi apresentado, saímos do reajuste zero que era a proposta do Governo e graças a nossa mobilização garantimos que o Supremo chegasse ao percentual de 33%. Não é o ideal, mas já foi um primeiro passo, o próximo passo dependerá da categoria, para conseguirmos algo melhor”.

Com a suspensão, a categoria ainda não fala em novas ações, mas o diretor Pedro Laurentino ressalta que todos continuam mobilizados. “Vamos provocar a Fenajufe para ela determinar algumas datas, como por exemplo, a disseminação das urnas, que é feita de 10 a 15 dias da eleição. Então seria uma data que faríamos um apagão e poderíamos dificultar a disseminação das urnas, onde serão colhidos os votos de 7 de outubro”, declara Laurentino.

Fonte: Sintrajufe-PI