Fenajufe - 15 de Maio: SINDJUFE-BA adere Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação - Rumo à Greve Geral

15 de Maio: SINDJUFE-BA adere Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação - Rumo à Greve Geral

                            

Ato Público às 9 horas no Campo Grande, em Salvador. Outras Cidades também sediarão atos em todo o Brasil. 

Sindjufe (BA)

Os trabalhadores da educação, rede pública e privada, municipal, estadual e federal paralisarão as atividades nesta quarta-feira (15/05). O objetivo da mobilização é fortalecer a resistência contra o fim da Previdência proposto pelo governo Bolsonaro, extremamente cruel principalmente para os mais pobres, para o magistério e trabalhadores/as rurais. Está na pauta ainda denunciar os sucessivos cortes nas políticas educacionais (ensino superior e educação básica) e a ameaça de acabar com a vinculação constitucional que assegura recursos para a educação (Fundeb e outras políticas). Diversas entidades de outras categorias já declararam apoio à mobilização.

Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), a pauta de reivindicações também inclui o fim do patrulhamento ideológico nas universidades, da ofensiva Lei da Mordaça e de uma série de políticas que impõem retrocessos civilizatórios conquistados pelo povo brasileiro. Segundo a coordenadora do SINDJUFE-BA Denise Carneiro, “a educação é a base de tudo, é a solução para o crescimento do País, é a única forma de se combater a violência, é a saída para todas as crises. Mas o governo Bolsonaro quer o oposto, corta ainda mais verbas da educação em todos os níveis, impede o funcionamento das instituições e manutenção das pesquisas. Em breve o Brasil voltará a ser unicamente exportador de matéria-prima, sem indústria, sem tecnologia, sem escola, sem universidade, sem ciência!”

O SINDJUFE-BA defende a pauta, tanto na esfera federal quanto na estadual já que o governador da Bahia também está em débito com a educação no estado. O sindicato estará presente no Ato marcado para ocorrer em Salvador ás 9 horas no Campo Grande e convida a quem da categoria possa participar desse dia de resistência. 

Imprensa SINDJUFE-BA