Fenajufe - Sindjus-AL comunica aos tribunais a adesão à greve geral dos servidores do Judiciário Federal no dia 14

Sindjus-AL comunica aos tribunais a adesão à greve geral dos servidores do Judiciário Federal no dia 14

 

 

 

A coordenação do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal em Alagoas (Sindjus-AL) comunicou ao Tribunal Regional Eleitoral, ao Tribunal Regional do Trabalho e à Justiça Federal a decisão da categoria em assembleia geral, realizada na terça-feira (05), de adesão à greve geral do dia 14 de junho.

“Vem comunicar às Administrações dos Órgãos do Poder Judiciário Federal em Alagoas, aos usuários de seus serviços e à população em geral a decisão da Categoria dos Servidores do Poder Judiciário Federal em Alagoas (TRT, TRE e Justiça Federal) de paralisar suas atividades laborais no dia 14 de junho de 2019 contra a Reforma da Previdência – PEC 006/2019, em defesa da Educação e dos Empregos!”, revela a nota.

No documento, o Sindjus-AL destaca a garantia do percentual mínimo de 30% do contingente de servidores para a prestação dos serviços à população a serem definidos em comum acordo entre o sindicato da categoria e as administrações. Veja abaixo o Edital de Comunicação da Greve Geral:



EDITAL DE COMUNICAÇÃO DE
GREVE GERAL NO DIA 14/06/2019
“VAMOS PARAR O BRASIL CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA – PEC 006/2019, EM DEFESA DA EDUCAÇÃO E DOS EMPREGOS”


CATEGORIA DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL EM ALAGOAS


O SINDICATO DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL EM ALAGOAS – SINDJUS/AL, por este intermédio, com espeque nos dispositivos da Lei nº 7.783, de 28.06.1989 e considerando a definição pelo Supremo Tribunal Federal – STF do modo de exercício do direito de greve dos Servidores Públicos, no julgamento dos mandados de injunção nºs 670, 708 e 712, em 05.10.2007, vem comunicar às Administrações dos Órgãos do Poder Judiciário Federal em Alagoas, aos usuários de seus serviços e à população em geral a decisão da Categoria dos Servidores do Poder Judiciário Federal em Alagoas (TRT, TRE e Justiça Federal) de paralisar suas atividades laborais no dia 14 de junho de 2019 contra a Reforma da Previdência – PEC 006/2019, em defesa da Educação e dos Empregos!, conforme convocação das Centrais Sindicais e Movimentos Sociais brasileiros e deliberação da Assembleia Geral Extraordinária da Categoria, realizada no dia 04 de junho de 2019, ficando, desde já, garantido o percentual mínimo de 30% (trinta por cento) do contingente de servidores das mencionadas administrações públicas para a prestação dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, a serem definidos em comum acordo entre o sindicato da categoria e as administrações dos aludidos órgãos públicos, sem prejuízo de, em situações excepcionais, haver negociação revisional do referido percentual. 

Maceió, 04 de junho de 2019.


Américo Albuquerque Sampaio e Paulo Sérgio da Silva Falcão 
Coordenadores Gerais
Diretoria Colegiada - SINDJUS-AL