Sintrajuf-PE reúne fundadores para relembrar lutas e conquistas em 28 anos

O Sintrajuf-PE realizou, ontem (24), uma live em alusão aos 28 anos de fundação do sindicato pernambucano. Para rememorar as lutas e conquistas da entidade, e avaliar as perspectivas de futuro, foram convidados alguns fundadores. Participaram do encontro virtual: Márcia Maria da Fonte Souto, Joaquim Arcoverde, José Augusto Segundo Neto e o presidente do Sintrajuf-PE, Manoel Gérson.

A servidora aposentada do TRF5, Márcia relembrou que o período que precedeu a fundação do Sintrajuf-PE era de efervescência política. E que o processo de criação do sindicato foi construído com democracia e muito debate, com a participação de todos os servidores e discussões qualificadas. Segundo ela, tudo isso mesmo diante de inúmeras restrições que o Judiciário impunha na época.

Servidor aposentado do TRE-PE, um dos fundadores da Fenajufe e primeiro presidente do Sintrajuf-PE, Joaquim Arcoverde detalhou a origem da entidade. Segundo ele, em 1989 foi criada uma associação com objetivo de disponibilizar uma cantina e lazer para os servidores. A partir disso as necessidades de defesa dos direitos da categoria impulsionaram a criação de um sindicato. O Sindjuse, exclusivo da Justiça Eleitoral, junto com as associações da Justiça Eleitoral e da Justiça do Trabalho, foi o ponto de partida para unificação da categoria no Sintrajuf-PE.

Joaquim narrou vários episódios desse processo, mas destacou a luta contra o nepotismo no Judiciário, que na época rendeu ameaças de morte a ele e sua família. Essa luta contou com forte adesão dos servidores e da sociedade. Os avanços conquistados permitiram a realização de concursos públicos e o crescimento de todos os ramos do Judiciário em número de servidores e qualificação do serviço prestado.

Servidor da Justiça do Trabalho desde 1992, atualmente juiz do Trabalho, José Augusto afirmou que os servidores da Justiça do Trabalho sempre foram muito combativos. Ele contou sobre uma “ocupação”, realizada após uma assembleia no pátio do TRT6. “Mais de 50 pessoas seguiram rumo ao TRF5, indo de gabinete em gabinete para convencer os colegas a parar”. Ao final, conseguiram promover a greve em prol do Plano de Cargos e Salários.

O presidente do Sintrajuf-PE e servidor do TRE-PE, Manoel Gérson, fez uma síntese dos desafios que estão colocados para os servidores e seus sindicatos na atual conjuntura. Segundo ele, os colegas que fundaram o Sintrajuf-PE naquele momento de redemocratização enfrentaram a agende neoliberal e a tarefa de unificar a categoria. A atual conjuntura trouxe novamente a necessidade de defender a democracia, de unificar e ampliar o Sindicato e de lutar contra a agenda neoliberal, extremista e autoritária de Bolsonaro e Paulo Guedes.

SORTEIO

Durante o evento virtual, o Sintrajuf-PE sorteou entre seus filiados três notebooks, um para cada categoria: ativos, inativos e espectadores da live. Foram premiados os servidores: Robertson Ferreira Lins – TRT (ativo), Elena Ramos de Araújo – TRE (inativo) e Luciana F Teixeira – JFPE, que acompanhou o debate.

Pin It