Sarau de poesia falada e cantada é o tema do Sisejufe ao Vivo da próxima terça (13/4), às 19h

Evento reunirá poetas, escritores e músicos de dentro e de fora da categoria. Uma das tradições culturais do Sisejufe, o Sarau dos Servidores, está de volta .Só que, em tempos de pandemia, a atividade, que costumava movimentar o auditório do sindicato, será realizada no formato online, pela plataforma Zoom .

O encontro de poesia falada e cantada será na próxima terça-feira, dia 13 de abril, às 19h. No palco virtual, a ideia é alternar performances, música e bate-papo                                                                                               

Os servidores convidados são Rafa Lima, Mauro Vasconcelos e Adriano Nunes, que é também diretor do Sisejufe. O Sarau contará com a participação especial dos poetas Marla de Queiroz, Saulo Pessato e Seu Zé; e das escritoras Camila Santos e Bárbara Marca. A mediação será feita pelas diretoras do Sisejufe Soraia Marca e Helena Cruz, que é coordenadora do Departamento de Cultura.

Você tem algum poema que gostaria de declamar não nossa live? Faça sua inscrição neste link. Vamos abrir espaço para 5 apresentações.

Conheça os convidados:

Marla de Queiroz é brasiliense,

poeta, escritora e autora de 5 livros, entre eles, “Flores de Dentro”, no qual é possível perceber a forte influência de Clarice Lispector. Abrindo o livro com um convite ao silêncio, à filosofia, ao abraço em forma de amparo ou causando, às vezes, certa inquietação por identificação do leitor às situações descritas, seus textos passeiam por temas universais e se baseiam no comportamento humano. Suas flores (de dentro) são compostas por pétalas de sexo, beijo, abraço, amparo, encontro, desencontro, viagem, paisagem e tanto mar.

Camila Santos é carioca, bailarina é professora de ballet. Amante de toda a arte. Detalhista. Escreve desde o ano de 2001 e, desde 2016, compartilha sua escrita na página do Instagram @milasantoss onde também desenvolve a Oficina de Poesia Online que ajuda os escritores a se posicionarem nas redes sociais.

“Escrevo tudo aquilo que não cabe em mim”, diz Camila.

Bárbara Marca é carioca, agitadora cultural, social media e escritora. É autora da página @babiemversos, idealizadora do sarau Colóquio, podcaster em Nós em Versos. É também uma das autoras do livro “Aglomerados” (Antologia) e está terminando de escrever o próximo livro que será publicado pela editora Crivo, ainda esse ano.

Vandei Oliveira (Poeta Seu Zé) é educador e poeta, cearense, morador de Suzano/SP.

Autor livro de poesia “Falo”. Organizador do Sarau na Galeria, escreve na página @poetaseuze

Saulo Pessato é natural de Brasília – DF. É formado em Letras pela PUC de Campinas, cidade onde mora. Ministrou por 15 anos aulas de Literatura e Língua Portuguesa para Ensino Médio e Cursinho; também atuou por 3 anos como autor de material didático digital. Desde 2011, divulga textos de sua autoria num projeto que hoje conta com mais de 600 mil seguidores nas redes sociais, de onde nasceram seus cinco livros: “No jardim das borboletas” — 2016, poesia; “Verso entre virilhas” — 2017, poesia erótica; “Diálogos de olhos” — 2020, crônicas; “Laranja com papaia” — 2020, conto; e “Aglomerados” — 2020, antologia.

Rafael Lima de Abreu nasceu no Rio de Janeiro, no outono de 1984. Possui formação em Direito, mas, no cotidiano, tece versos por necessidade para poder respirar. Considera-se incapaz de determinar o momento exato em que foi acometido pela literatura, quando viu já havia acontecido. “O Poço do fim do mundo”, seu primeiro livro de poesia, será lançado este ano pela Editora Patuá.

Rafael é Técnico de Atividade Judiciária, lotado no Gabinete da Des. Fed. Simone Schreiber no TRF2.

Mauro Figueiredo é formado em Letras pela UERJ, com mestrado em Linguística Aplicada pela UFF. Estreou na poesia com a coletânea “Amor e Sacanagem”, lançada em 2006. Posteriormente, publicou, na Amazon, em formato KINDLE, a coletânea “Marginália Desnuda”. Além da poesia, Mauro lançou na Amazon diversos romances e coletâneas de contos, todos em formato KINDLE, entre os quais destaca “O Ocaso de Ícaro”, sua versão em inglês, Icarus Sunset”, além da coletânea do detetive Roberto Gambino, já em seu quarto volume. Vale destacar, também, as coletâneas de contos “Criaturas Demasiadamente Humanas” e “O Homem que bebia demais e outras estórias”. É servidor do TRF2.

Adriano Nunes é servidor da Justiça Federal de São Gonçalo e diretor do Sisejufe. Cantor de rock e MPB nas horas vagas, Adriano tem participação ativa nos eventos e encontros musicais realizados pelos Sisejufe.

Pin It