Veja deputados maranhenses membros da CCJ, onde deve começar a ser discutida a reforma administrativa e pressione

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal definiu um calendário apertado para discussão da PEC 32 com vistas a acelerar a tramitação da reforma administrativa na casa, o que pode prejudicar servidores e retirar o caráter público do atendimento à população em todas as áreas, em todas as esferas.

Ficou definida a realização de apenas sete audiências, entre 26 de abril e 14 de maio, período após o qual o relator deve apresentar seu parecer – o relator, deputado governista Darci de Matos (PSD/SC), deve apresentar seu trabalho de modo favorável à matéria.

Chantagem

Com a pressão da oposição contra as poucas audiências a serem realizadas em tempo recorde, a presidente da Comissão, deputada Bia Kicis (PSL-DF), ameaça, juntamente com o relator, levar a matéria diretamente ao Plenário, sem discussão. A oposição pressiona pela realização de ao menos onze audiências.

Segundo Darci de Matos, se não foram fechadas em sete audiências, pode-se acionar, em sua visão, o Regimento da Casa para que seu relatório vá direto para o Plenário.

Toda essa pressão é para que sejam fechadas em sete audiências, o que impede a discussão que uma alteração na Constituição enseja, mas que deve acabar acontecendo. De qualquer forma, toda a sociedade deve pressionar para que essa Emenda, que prevê a indicação política de servidores, o fim do Regime Jurídico Único, o fim dos concursos e abre as portas para privatização massiva dos serviços – num momento em que a pandemia prova a extrema necessidade do serviço público – seja rejeitada.

Devem participar das audiências representantes de diversas categorias do serviço público para debater as mudanças propostas.

Para que as audiências públicas ocorram, a comissão ainda precisa aprovar uma série de requerimentos pedindo a realização dos debates.

Depois de passar pelo colegiado, a reforma administrativa ainda precisa ser analisada por uma comissão especial e pelo Plenário, em dois turnos de votação.

Veja os deputados maranhenses membros da CCJ e seus contatos: pressione contra a matéria que destrói o serviço público

A Fenajufe, Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União disponibilizou nesta terça-feira, 20, os contatos de todos os membros da CCJ para que as bases pressionem contra essa matéria extremamente lesiva aos servidores e à sociedade.

Destes, quatro são maranhenses, e o Sintrajufe orienta que sua base os pressione, especialmente nas redes sociais, para que tomem posição contrária a esse ataque. São eles:

Aluisio Mendes (PODEMOS/MA):

Facebook: https://pt–br.facebook.com/AluisioMendesOficial

Twitter:https://twitter.com/aluisiomendesma

Instagram: https://www.instagram.com/aluisio.mendes

Observação: sempre votou contra os trabalhadores e é da base bolsonarista

Deputado Bira do Pindaré (PSB/MA)

Facebook:https://pt–br.facebook.com/bira.dopindare/

Twitter:https://twitter.com/biradopindare

Instagram:https://www.instagram.com/biradopindare

Observação: Já se declarou contrário à proposta e vem atuando contra sua aprovação e participando de atividades que a discutam.

Edilázio Júnior (PSD/MA)

Facebook: https://m.facebook.com/edilazio.junior

Twitter:https://twitter.com/depedilaziojr

Instagram: https://www.instagram.com/edilaziojunior_/

Observação: base governista, já votou contra os trabalhadores

Gil Cutrim (PDT/MA)

Facebook: https://www.facebook.com/gil.cutrim.7/

Twitter:https://twitter.com/gilcutrim

Instagram: https://www.instagram.com/gilcutrim/

Observação: uma dúvida. Deve ser pressionado a exemplo dos demais para que se posicione claramente contra a reforma.

A composição da Comissão é favorável à aprovação da matéria em sua maioria, o que somente fortalece a necessidade de forte atuação e pressão para que votem contrariamente a mais esse ataque. As ferramentas a seguir, disponibilizadas pela Fenajufe, são essenciais nesse trabalho: mãos à obra!

Pressione com mensagens no e-mail, nas redes sociais e Whatsapp:

Acesse aqui a lista com as redes sociais dos membros da CCJ

Acesse aqui a lista com a posição dos deputados sobre a PEC 32 e lista de e-mails

Acesse aqui o Na Pressão e envie mensagens no Whatsapp dos deputados

Petição online

Reforçando a mobilização contra a Reforma Administrativa, a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público divulgou petição pública colhendo assinaturas. O documento é endereçado ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL). Para assinar a petição online, acesse http://chng.it/rrzY2w2tDB 

Pin It