fbpx

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

Veja deputados maranhenses membros da CCJ, onde deve começar a ser discutida a reforma administrativa e pressione

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal definiu um calendário apertado para discussão da PEC 32 com vistas a acelerar a tramitação da reforma administrativa na casa, o que pode prejudicar servidores e retirar o caráter público do atendimento à população em todas as áreas, em todas as esferas.

Ficou definida a realização de apenas sete audiências, entre 26 de abril e 14 de maio, período após o qual o relator deve apresentar seu parecer – o relator, deputado governista Darci de Matos (PSD/SC), deve apresentar seu trabalho de modo favorável à matéria.

Chantagem

Com a pressão da oposição contra as poucas audiências a serem realizadas em tempo recorde, a presidente da Comissão, deputada Bia Kicis (PSL-DF), ameaça, juntamente com o relator, levar a matéria diretamente ao Plenário, sem discussão. A oposição pressiona pela realização de ao menos onze audiências.

Segundo Darci de Matos, se não foram fechadas em sete audiências, pode-se acionar, em sua visão, o Regimento da Casa para que seu relatório vá direto para o Plenário.

Toda essa pressão é para que sejam fechadas em sete audiências, o que impede a discussão que uma alteração na Constituição enseja, mas que deve acabar acontecendo. De qualquer forma, toda a sociedade deve pressionar para que essa Emenda, que prevê a indicação política de servidores, o fim do Regime Jurídico Único, o fim dos concursos e abre as portas para privatização massiva dos serviços – num momento em que a pandemia prova a extrema necessidade do serviço público – seja rejeitada.

Devem participar das audiências representantes de diversas categorias do serviço público para debater as mudanças propostas.

Para que as audiências públicas ocorram, a comissão ainda precisa aprovar uma série de requerimentos pedindo a realização dos debates.

Depois de passar pelo colegiado, a reforma administrativa ainda precisa ser analisada por uma comissão especial e pelo Plenário, em dois turnos de votação.

Veja os deputados maranhenses membros da CCJ e seus contatos: pressione contra a matéria que destrói o serviço público

A Fenajufe, Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União disponibilizou nesta terça-feira, 20, os contatos de todos os membros da CCJ para que as bases pressionem contra essa matéria extremamente lesiva aos servidores e à sociedade.

Destes, quatro são maranhenses, e o Sintrajufe orienta que sua base os pressione, especialmente nas redes sociais, para que tomem posição contrária a esse ataque. São eles:

Aluisio Mendes (PODEMOS/MA):

Facebook: https://pt–br.facebook.com/AluisioMendesOficial

Twitter:https://twitter.com/aluisiomendesma

Instagram: https://www.instagram.com/aluisio.mendes

Observação: sempre votou contra os trabalhadores e é da base bolsonarista

Deputado Bira do Pindaré (PSB/MA)

Facebook:https://pt–br.facebook.com/bira.dopindare/

Twitter:https://twitter.com/biradopindare

Instagram:https://www.instagram.com/biradopindare

Observação: Já se declarou contrário à proposta e vem atuando contra sua aprovação e participando de atividades que a discutam.

Edilázio Júnior (PSD/MA)

Facebook: https://m.facebook.com/edilazio.junior

Twitter:https://twitter.com/depedilaziojr

Instagram: https://www.instagram.com/edilaziojunior_/

Observação: base governista, já votou contra os trabalhadores

Gil Cutrim (PDT/MA)

Facebook: https://www.facebook.com/gil.cutrim.7/

Twitter:https://twitter.com/gilcutrim

Instagram: https://www.instagram.com/gilcutrim/

Observação: uma dúvida. Deve ser pressionado a exemplo dos demais para que se posicione claramente contra a reforma.

A composição da Comissão é favorável à aprovação da matéria em sua maioria, o que somente fortalece a necessidade de forte atuação e pressão para que votem contrariamente a mais esse ataque. As ferramentas a seguir, disponibilizadas pela Fenajufe, são essenciais nesse trabalho: mãos à obra!

Pressione com mensagens no e-mail, nas redes sociais e Whatsapp:

Acesse aqui a lista com as redes sociais dos membros da CCJ

Acesse aqui a lista com a posição dos deputados sobre a PEC 32 e lista de e-mails

Acesse aqui o Na Pressão e envie mensagens no Whatsapp dos deputados

Petição online

Reforçando a mobilização contra a Reforma Administrativa, a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público divulgou petição pública colhendo assinaturas. O documento é endereçado ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL). Para assinar a petição online, acesse http://chng.it/rrzY2w2tDB 

Pin It

afju fja fndc