fbpx

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

Servidoras e servidores aprovam participação no ato do dia 18 e calendário contra reforma administrativa

Decisão foi deliberada na assembleia geral extraordinária do Sisejufe, na noite desta quinta-feira (12/8). O calendário prevê atividades simultâneas em todo o país, unindo entidades de servidores públicos das três esferas

O Sisejufe realizou, na noite desta quinta-feira (12/8), assembleia geral extraordinária para deliberar sobre o Dia Nacional de Mobilização em Defesa dos Serviços Públicos, marcado para 18 de agosto – chamado de #18A –, assim como avaliar os encaminhamentos do Encontro Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Serviço Público, ocorrido nos dias 29 e 30 de julho.

 Neste encontro, que contou com a participação de dirigentes do Sisejufe, representantes sindicais das três esferas do serviço público, centrais sindicais, federações e confederações, foi construído um calendário nacional unificado contra a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) e a política de desmonte dos serviços públicos promovida pelo governo Bolsonaro.

Os servidores reunidos na assembleia geral aprovaram, por aclamação, o Dia Nacional de Mobilização (#18A) e o calendário definido pelas entidades.

A presidenta do Sisejufe, Eunice Barbosa, destacou a importância da categoria se engajar na luta, neste momento em que a reforma administrativa avança no Congresso Nacional.

“Ainda estamos na pandemia, que representa uma situação de risco, mas a adesão de todas e todos é muito urgente ante o andamento dessa PEC que vai destruir o serviço público, os direitos da população e dos servidores. Temos várias atividades nas ruas e orientamos que os colegas participem com segurança”, enfatizou.

Eunice pediu a participação também nas redes sociais. “Compartilhem nossos materiais e mobilizem os colegas. O Sisejufe está com a campanha “Vai Piorar” (link) e a Fenajufe com a plataforma Mobiliza (link).

Vamos informar a vocês diariamente todo cronograma de mobilizações. Estaremos juntas e juntos nessas pautas, atividades e ações. Vamos trabalhar com outros sindicatos e federações para fazer com que o dia 18 tenha força e seja uma resposta ao governo de que estamos dispostos a batalhar e para derrubar a PEC”, completou.

*Ações integradas*

A diretora do Sisejufe e coordenadora da Fenajufe, Lucena Pacheco, explicou que o sindicato e a federação estão integrados a outras entidades. “Uma delas é o Fonasefe, a outra é o movimento Basta!, tem ainda a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público e a União de Policiais do Brasil.

Essa última a gente não integra, mas está lutando junto com eles”, disse Lucena, contando detalhes do Encontro Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Serviço Público, que discutiu as melhores estratégias para enfrentar a reforma administrativa.

A coordenadora da Fenajufe afirmou que o encontro teve mais de cinco mil inscritos e mobilizou o serviço público nacionalmente, mostrando unidade na luta contra a PEC 32. A dirigente sindical explicou os encaminhamentos definidos na atividade (confira neste link).  

Lucena informou que o sindicato faz parte da construção do comando de mobilização, tendo o diretor Lucas Costa como representante no Rio de Janeiro e relatou que outras diretoras do Sisejufe estão fazendo conversas com entidades municipais. O Sisejufe participa, ainda, de ações para pressionar vereadores e deputados estaduais e federais.

“A gente pode fazer essa conversa com os parlamentares de cada município para aproximar mais, com a participação dos servidores que estão nestes municípios. Temos que falar também com governador e prefeitos e desenvolver campanhas nos meios de comunicação, nas mídias sociais e conteúdos online. A ideia é que cada entidade convoque suas bases a participar de todas as campanhas das outras entidades. Nós estamos fazendo isso”, disse Lucena.

Lucena também falou sobre a campanha “Vai Piorar”, que não é assinada pelo Sisejufe por questão de estratégia, mas está a pleno vapor. “A gente tem apresentado bastante resultado. O objetivo de não assinar é o de atingir o maior público para que não haja rejeição pela assinatura. Participem da forma que puderem porque precisamos derrotar essa PEC”, enfatizou.

*Fórum Unificado*

O diretor Lucas Costa falou das articulações junto ao Fórum Unificado em Defesa do Serviço Público e das Estatais, que é um dos desdobramentos do encontro nacional. “A ideia é trazer as três esferas dos servidores públicos – municipal, estadual e federal – contra essa pauta que é a mais grave que a gente já enfrentou. Já tivemos duas plenárias e a terceira está marcada para dia 16. Foi tirada uma comissão com dois representantes de cada esfera e eu estou como representante da esfera federal na comissão organizativa”, disse. 

Lucas destacou que o dia 18 será um grande ato nacional em defesa do serviço público. E explicou que a outra pauta é a defesa das estatais, que estão sendo entregues à iniciativa privada, como Cedae, Eletrobras e Correios.

O dirigente sindical falou sobre os materiais que estão sendo produzidos pelo sindicato e outras entidades para distribuir à população, com linguagem bem simples e direta. E contou todo planejamento de atividades e eventos conjuntos, que contarão com divulgação nas redes e carro de som.

Por fim, Lucas convidou os servidores e servidoras para a plenária do dia 16, às 19h, que vai tratar dos últimos detalhes da organização do ato do dia 18. “Quem puder participar, será bem-vindo”, afirmou. O diretor informou que já está sendo planejado o ato “O Grito dos Excluídos”, para o dia 7 de setembro.

Pin It

afju fja fndc