fbpx

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

2022 será um ano de grandes desafios para a classe trabalhadora", prevê deputado da oposição ao governo

Vencemos a luta contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32? Por ora sim, mas não significa que em 2022 ainda não teremos que voltar a Brasília para impedir a aprovação dela, caso seja colocada em pauta, como o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem falado que acontecerá.

Esta PEC, entretanto, não será o único desafio para os trabalhadores no Legislativo Federal.

Na última quinta-feira, no aeroporto de Brasília, quando estavam aguardando o embarque de volta a Cuiabá após a derradeira semana de luta contra a reforma administrativa em 2021, os diretores do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso (Sindijufe-MT) Juscileide Rondon (Jusci) e Walderson de Oliveira Santos (Oliveira) encontraram o deputado federal José Guimarães (PT-CE), e numa breve conversa o parlamentar revelou que os embates da classe trabalhadora em 2022 serão ainda mais difíceis que os desse ano.

O deputado afirmou que o trabalho para os parlamentares progressistas na Câmara Federal está difícil, mas salientou que "venceremos o ano de 2021 sem pautar a PEC 32 graças à ampla mobilização dos Servidores Públicos em defesa dos serviços públicos".

Completou que esta semana será de apreciação de questões orçamentárias, e que a classe trabalhadora pode, portanto, ficar tranquila quanto às possibilidades da PEC 32 ser pautada para votação ainda neste ano.

Nas avaliações de muitos observadores, as chances da PEC 32 ser aprovada em pleno ano de eleições, em 2022, seriam improváveis. Mas é preciso lembrar que o governo Jair Bolsonaro desfavorece os trabalhadores, conforme dizem 51% dos brasileiros segundo levantamento do Instituto Conhecimento Liberta (ICL), divulgado nesta segunda-feira (13).

A pesquisa "Conjuntura Política e corrupção financeira" ouviu presencialmente 2.685 pessoas, entre os dias 10 e 26 de novembro. Dos entrevistados, 69% disseram que Bolsonaro favorece os grandes empresários e 68% avaliam que beneficia os banqueiros.

Leis trabalhistas em 2022

As leis trabalhistas sofreram alterações significativas nos últimos anos, todas elas em desfavor da classe trabalhadora, e o corte de direitos dos trabalhadores deverá avançar em 2022.

No início deste mês, o Governo propôs uma nova reforma trabalhista que tem entre as medidas o trabalho aos domingos e a proibição de reconhecimento de vínculo de emprego entre prestadores de serviço e aplicativos.

O texto que propõe pelo menos 330 alterações em dispositivos legais, segundo publicou a Folha de S.Paulo, está sob avaliação, que não tem prazo para ser concluída.

Histórico das mobilizações

As batalhas contra a PEC 32 neste ano foram eletrizantes, e o SINDIJUFE-MT não apenas testemunhou como também participou e esteve entre os protagonistas da mobilização, conforme mostram as fotos a seguir, todas elas da semana passada. (Ver as imagens neste link: https://bit.ly/3dKenVF).

Luiz Perlato/SINDIJUFE-MT

Pin It

afju fja fndc