fbpx

Agência de Notícias

Assembleia geral do Sintrajufe/RS aprova participação no Apagão do Judiciário, com paralisação dia 3/8

Na noite dessa quinta-feira, 28, em assembleia geral, a categoria aprovou participação no Apagão do Judiciário, convocado pela Fenajufe para dias 2 e 3 de agosto. No dia 3, haverá paralisação no Judiciário Federal e no Ministério Público da União no estado, com concentração nos prédios e atividade unificada com outras categorias, em frente à Central de Atendimento ao Eleitor, no Centro de Porto Alegre.

Pin It

Apagão no Judiciário tem adesão de Mato Grosso

O apagão no Judiciário nos dias 2 e 3 de agosto de 2022, convocado pela Fenajufe para conquistar a recomposição salarial dos servidores, já está mobilizando todo o Brasil. 

Pin It

Proposta orçamentária de 13,5% parcelados do MPF para 2023 expõe abismo e disputa de orçamento entre procuradores e servidores; veja de quanto é a diferença

 A proposta orçamentária do Ministério Público Federal (MPF), que poderá ser incluída na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023, expõe a diferença de prioridades do órgão na hora de escolher entre procuradores e servidores. Isso serve de alerta para a urgência da mobilização da categoria nos dias 2 e 3 de agosto.

Pin It

MOBILIZAÇÃO:AGE aprova apagão de 48 horas nos dias 2 e 3 de agosto, pela recomposição salarial

Nos mesmos dias haverá caravana a Brasília. Filiados (as) aprovam abertura do núcleo dos analistas a todos (as) os (as) filiados (as) do segmento que quiser participar.

Pin It

Sisejufe convoca categoria para apagão do Judiciário pelo reajuste nos dias 2 e 3 de agosto

Estratégia é intensificar pressão ao ministro Fux. Veja o calendário e participe

Pin It

Sintrajusc realiza dia 28 debate “Funpresp e MP 1119/2022: entenda a reabertura do prazo de migração dos servidores para a previdência complementa

No dia 28 de julho (quinta-feira), às 19h30, o Sintrajusc realiza o debate “FUNPRESP e MP 1119/2022: entenda a reabertura do prazo de migração dos servidores para a Previdência Complementar”. 

Pin It

Sisejufe lança site para reforçar a luta do NS

Portal disponibiliza vídeo informativo e mecanismo para envio de email aos ministros do STF. Categoria também passa a contar com nova página do sindicato no Tik Tok

Pin It

Sisejufe debate a Tecnologia da Informação e elege representantes para Encontro Nacional da Fenajufe

Atividade da Federação vai ocorrer nos dias 30 e 31 de julho, em formato híbrido

Pin It

Sintrajuf-PE expressa repúdio aos ataques criminosos de Bolsonaro à Justiça Eleitoral

O Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal em Pernambuco – Sintrajuf-PE expressa profundo repúdio à mais recente manifestação abertamente golpista e criminosa do presidente da República, Jair Bolsonaro, contra a Justiça Eleitoral e o processo eletrônico de votação e apuração, em evento com ministros e embaixadores no dia 18 de julho.

Além de atentatória à Democracia, ao livre exercício dos direitos políticos e ao Poder Judiciário, o repetitivo e mentiroso discurso de Bolsonaro acerca de inexistentes fraudes nas eleições 2018 ofende também a dignidade das servidoras e servidores da Justiça Eleitoral, que constroem e realizam um dos processos eleitorais mais seguros e reconhecidos do mundo.

O Sintrajuf-PE expressa ainda viva indignação com as autoridades judiciárias e parlamentares que, por omissão, tibieza ou cumplicidade, permitem que o chefe do Executivo permaneça reiterando esse flagrante crime de responsabilidade.

Exigimos medidas urgentes e suficientes para garantir segurança no pleito de outubro, como proibir a circulação de armas, comercialização de bebidas alcóolicas e intensificar a campanha de informação e advertência contra o cometimento de crimes contra servidores, mesários, candidatos e equipamentos da Justiça Eleitoral, e cobramos responsabilização e punição severa de quaisquer ameaças e atos de ruptura institucional!

Recife-PE, 18 de julho de 2022

Pin It

Eleições 2022: Sisejufe participa de teste de acessibilidade nas novas urnas eletrônicas

Simulação aconteceu na sede do TRE-RJ, nesta terça-feira (12/7)

Pin It

Servidores da eleitoral elegem delegação e aprovam propostas do Sisejufe para encontro da Federação

Reunião estadual aconteceu na sexta-feira, 8 de julho, por videoconferência


 Servidores da eleitoral elegem delegação e aprovam propostas do Sisejufe para encontro da Federação, SISEJUFE
 

O Sisejufe elegeu, na última sexta-feira (8/7), os delegados que irão representar o Rio de Janeiro no ENEJE – Encontro Nacional da Fenajufe de Servidoras e Servidores da Justiça Eleitoral, marcado para os dias 23 e 24 de julho, no formato híbrido. Também foram aprovadas as propostas que serão defendidas no evento da Federação.

Os delegados que irão ao ENEJE presencialmente são os diretores Lucas Costa e  Juliana Avelar; e os servidores Marcio Sampaio e Dinorah Gama. Os diretores Tereza Ribeiro e Ricardo Loureiro; e o servidor João Mac-Cormick irão participar por meio remoto.

As propostas que serão levadas ao encontro nacional foram divididas por temas.

Demandas direcionadas ao TSE:

Estrutura para as eleições

Regulamentação nacional mínima do teletrabalho, o que representa economia para os cofres públicos, uma vez que há regionais ainda resistindo em implementar ou estabelecendo regras que dificultam a implementação, usando como justificativa a realização das eleições;

Regulamentação de auxílio em pecúnia para os servidores em teletrabalho ou do fornecimento dos equipamentos diretamente aos servidores;

Regulamentação do serviço extraordinário realizado remotamente;

Flexibilização das regras para a requisição de servidores  específica para o período eleitoral, tendo em vista a dificuldade cada vez maior de se conseguir reforço temporário do quadro para auxílio aos trabalhos eleitorais.

Segurança

Proibição da entrada de pessoas armadas nos locais de votação;

Treinamento institucional para todos os envolvidos no processo eleitoral (servidores, mesários, forças de segurança) por meio de filme com orientações sobre como abordar/atuar quando for identificado eleitor que está armado ou com atitude agressiva;

Orientar as forças de segurança que se abstenham de manifestar apreço ou desapreço por qualquer candidato, partido político ou cabo eleitoral.

 Assuntos de TI

Impedir que o sistema Título Net receba mais de um requerimento para o mesmo eleitor, até que o pedido anteriormente enviado esteja finalizado;

Permitir que o cartório insira no sistema Título Net o motivo pelo qual o requerimento foi aceito com pendência para que o eleitor possa acompanhar também por ali;

Que o sistema Título Net envie e-mail automaticamente para o eleitor informando qual a pendência a ser superada, após o servidor selecionar os documentos pendentes;

Que o sistema não aceite requerimentos sem forma de contato válida (celular/e-mail).

Proposta a ser levada para debate no ENEJE, não deliberada no Encontro Estadual:

Que o Titulo Net seja suspenso um mês antes do fechamento do cadastro, com agendamentos até a data do efetivo fechamento, para evitar a enorme quantidade de requerimentos ocorrida este ano, mantendo o atendimento nesse período apenas presencial.

Luta e resistência

O encontro estadual foi mediado pela secretária-geral do Sisejufe, Fernanda Lauria, e pelo diretor Lucas Costa, com participação da presidenta Eunice Barbosa. Os dirigentes fizeram informes para alertar sobre os riscos do momento atual, que exige o engajamento de todos e todas. Eunice destacou o fato de o sindicato do Rio ter agora três coordenadoras na Fenajufe, uma delas Fernanda Lauria.

“Vocês têm a Justiça Eleitoral representada na nossa Federação. É importante para o sindicato e para a JE porque é um ramo do Judiciário que está sofrendo muitos ataques. O objetivo desse encontro é nos organizarmos para levar as questões relevantes para o âmbito nacional”, conclamou.

Lauria relatou que toda semana o sindicato tem enviado caravanas a Brasília, mesmo com as barreiras que o trabalho remoto impõe, ao dificultar a mobilização da categoria. “O trabalho remoto é ótimo em alguns aspectos para o servidor e para a Administração, mas para a gente como classe que precisa estar junta, batalhando por melhores condições de trabalho, pelo reajuste e por direitos, não é bom. O desafio dos sindicatos hoje é como unir essas pessoas que estão trabalhando sozinhas”, pontuou.

Ainda assim, Fernanda ressaltou que o sindicato está trabalhando várias pautas toda semana na capital federal. “Lutamos para conquistar e para não perder. Tem dois projetos de lei que privatizam as atividades fins do Judiciário, que são as execuções judiciais e a privatização dos atos de comunicação, que passariam também para os cartórios. O que estamos lidando já é o início da privatização do Judiciário e isso é uma das principais pautas que estamos travando lá. Se isso acontecer, a população mais pobre terá o acesso à Justiça dificultado “, alertou.

A dirigente lembrou, ainda, da pauta do NS e explicou que há uma luta intensa pela aprovação do PL 3662. Esse projeto do TJDFT que transforma cargos vagos de técnicos judiciários em cargos de analistas, foi aprovado na Câmara com duas emendas construídas pela Fenajufe, garantindo o NS e a essencialidade aos cargos de analistas e técnicos. A proposta agora tramita no Senado e a luta é para manter as duas emendas no projeto.

Reajuste salarial

Sobre o reajuste, Lauria contou que todos os prazos atrelados ao período eleitoral já se esgotaram, mas lembrou que ainda é possível o reajuste por meio de projeto de reestruturação da carreira, a ser encaminhado pela presidência do STF ao Congresso. “Fora isso, também estamos correndo atrás de outro reajuste para 2023. O prazo para incluir no orçamento do próximo ano também está correndo e não podemos perdê-lo”, informou.

Diálogo com TSE

O diretor Lucas Costa deu informações sobre a reunião com o diretor-geral do TSE, Rui Moreira de Oliveira.

“Estamos tentando construir uma pauta com o ministro Edson Facchin para pedir apoio aos projetos de reestruturação de carreira e do reajuste para 2023, além de todas as pautas relacionadas à eleição deste ano. A pauta central é a segurança”, revelou.

Lucas lembrou que é crescente o número de atentados aos tribunais regionais. “Há vários episódios pipocando pelo país de ataques a locais de trabalho de colegas e pressão midiática para tentar denunciar supostas fraudes, com base nas falas irresponsáveis do presidente da República. Esses discursos estão ganhando mais volume e, à medida que as eleições vão se aproximando, fica mais claro que o governo não deve conseguir votos para tentar a reeleição. Com isso, eles apelam para questionar o sistema eleitoral. Parte dos militares reforça esse discurso. Isso é preocupante. O diretor-geral disse que o TSE está a par de todos esses ataques e que o tema da segurança é primordial para eles também”, contou.

A diretora Juliana Avelar pediu especial atenção aos grupos que tentam atacar a credibilidade da Justiça Eleitoral. Já a diretora Tereza Ribeiro pediu união e engajamento da categoria para a luta.

 
Pin It

Reunião do Sintrajusc dia 19 escolhe representantes de SC para Encontro Nacional dos Servidores e Servidoras de TI

 


#PraTodosVerem #PraCegoVer Card quadrado,
com fundo amarelo, trazendo texto convidando
servidoras e servidores do Sintrajusc (SC)
à reunião que escolherá participantes
para o Encontro Nacional de TI da Fenajufe.

O Sintrajusc convoca os e as colegas da área de TI das três Justiça para reunião dia 19 (terça-feira), às 19h30min, por videoconferência, no link https://meet.google.com/out-pmjz-pim, para eleger os e as representantes de Santa Catarina para o Encontro Nacional dos Servidores e Servidoras de TI, convocado pela Fenajufe, em formato híbrido, que acontecerá nos dias 30 e 31 de julho.

Pin It

Cotec ao Vivo discutirá a luta do NS no Congresso e no fórum de carreira do CNJ

 

O painel do Cotec ao Vivo, na próxima terça-feira (19/7), às 19h, terá como tema a luta pelo NS para o cargo de técnico. Vamos discutir o andamento do PL 3662 no Senado e os aspectos gerais da luta no Fórum de Carreira CNJ.

Pin It

Sintrajuf-PE: Segurança e Democracia são pontos centrais para o Eneje 2022

O Sintrajuf-PE realizou, ontem (14), o Encontro de Servidora(e)s da Justiça Eleitoral para recolher e debater preocupações e propostas da categoria para o período das eleições 2022 e também pautas permanentes. Em caráter de assembleia setorial, os presentes indicaram representantes para o Encontro Nacional de Servidoras e Servidores da Justiça Eleitoral (Eneje), promovido pela Fenajufe, que será realizado em formato híbrido, nos dias 23 e 24 de julho. 

O presidente do Sintrajuf-PE e também coordenador da Fenajufe, Manoel Gérson, iniciou a assembleia fazendo um chamado para o engajamento na campanha por reposição salarial, reforçando que dia 03 de agosto tem paralisação e caravana a Brasília para ato no Supremo Tribunal Federal (STF). Em seguida, fez uma explanação geral sobre o encontro da JE, informando as preocupações e pautas indicadas por outros sindicatos e colegas da base e as propostas da diretoria do Sindicato para o momento.

Gérson indicou que as questões que afetam, no momento, especificamente para a base da JE, estão relacionadas a três conjuntos de problemas: Ameaças à democracia e crescimento da violência política, com riscos para servidores, mesários etc; Reestruturação produtiva-tecnológica; Derrocada do padrão salarial e benefícios da categoria.

No primeiro ponto, todas as intervenções convergiram numa preocupação central: SEGURANÇA! Servidores de cartórios e da sede fizeram uma avaliação do momento apontando a postura do setor político liderado pelo presidente da República de ameaçar não reconhecer o resultado das urnas, usando como o pretexto a campanha de desinformação movida pelo próprio contra o processo eletrônico de votação. O armamentismo desse setor incrementa os riscos à segurança física e patrimonial, cobrando um plano suficiente que garanta segurança para mesários, servidores, e demais que participam do processo.

Foi registrada, desde já, indicação de dificuldades para recrutamento de mesários por conta do medo do clima de violência política instalado e das ameaças de tumulto durante o dia e na apuração.

Quanto aos demais pontos pautados, foi indicada a necessidade de lutar por maior democratização dos processos de mudança institucional, com diálogo interno amplo, incluindo os afetados.

Também foi registrado o profundo sentimento de desvalorização e de desgaste das condições de vida de servidoras e servidores, que vão realizar uma eleição extremamente difícil e preocupante sofrendo um congelamento salarial de cinco anos e falta de empenho das gestões para resolver o problema. Foi reforçada a necessidade de participação de todos na paralisação e ato no dia 3 de agosto.

Outros dois pontos foram pautados: insuficiência do VIR e da ausência de opções de plano de saúde; e o regime de teletrabalho, considerando que o pessoal da sede e de cartórios reclamam mudanças nas regras.

Manoel Gérson informou a atuação da Fenajufe para aumentar do VIR, com equiparação ao valor pago na Justiça Federal, e do Sintrajuf-PE no sentido de cobrar do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) buscar parceria com TRT, TRF para permitir uso dos planos deles. Também ficou o compromisso de buscar informação com TRE’s que mantêm plano por autogestão ou outros.

Quanto ao teletrabalho, o Sintrajuf-PE vai solicitar do TRE que, após as eleições, instale rediscussão das regras com participação dos servidores.

Foram aprovadas ainda as propostas:

A) Demandar divulgar o plano de segurança para a Eleição; Proibir o uso de armas no interior e entorno dos locais de votação; Monitorar incidentes de agressões contra servidores, mesários ou urnas e equipamentos, por motivação política; Ampla instrução sobre registro e apuração de atos atentatórios e punição de agressores; Divulgar amplamente advertência da punição de atos contra servidores, urnas e etc; Ampliar programa de enfrentamento à desinformação com uso de ferramentas automatizadas e outras, além das parcerias com a sociedade civil;

B)  Revogação da EC95!; Provimento de todos os cargos vagos; GT para propor alteração da norma do teletrabalho – em diálogo com representação da(o)s servidora(e)s – Conze, Consede, Sindicato –, garantindo direito à livre atividade sindical e de greve, direito à desconexão, acompanhamento da saúde e outros; Efetivação da diretriz do CNJ de amplo diálogo interno e da transparência em todos os projetos de reestruturação.

C) Gestões junto ao TSE no sentido de equiparar a VIR ao auxílio pago pela Justiça Federal; Reajuste do auxílio-alimentação; Apoio ao justo pleito da categoria por reposição salarial; Apoio às emendas ao PL n.º 3662/2022.

Ao fim do encontro foi indicada a elaboração de um manifesto em defesa da democracia e da Justiça Eleitoral, que seja divulgado e busque apoio de outras entidades, inclusive buscar apoio no MP, OAB, magistrados e partidos políticos, a ser finalizada por Manoel Gérson e André Frej.

Foram eleitos para o Eneje 2022, de modo presencial: Luís Fernando e Manoel Gérson. No modo virtual: Marcela Soriano, Andrea Pessoa e Neide Lúcia.

Pin It

Horas-extras da Eleitoral, anulação de pena a servidores na Trabalhista e mais: lutas do Sintrajufe Maranhão também na seara jurídica garantem direitos dos filiados

 

Finalmente, depois de muito esperar, os servidores da Justiça Eleitoral estão mais perto de verem pagas as horas-extras trabalhadas durante as eleições de 2006, há quase 16 anos

Pin It

Por maioria, Pleno do TRT-SC aprova desativação da 3ª VT de Criciúma para instalação em Itapema

Por maioria, o Pleno do TRT-SC, em sessão virtual nesta segunda-feira (11), aprovou a instalação de uma Vara do Trabalho em Itapema às custas da desativação da 3ª Vara do Trabalho de Criciúma. Foram apenas três votos contrários.

Pin It

Servidores abordam parlamentares no Congresso pela recomposição salarial e NS dos técnicos

  

Rejeição aos PLs 6204/2019 e 1706/2021 também foi solicitada. Representantes da categoria avisam que 3 de agosto tem Apagão doJudiciário e MPU

Pin It

afju fja fndc