Falta de EPIs e cobrança de metas na mira da Fenajufe

O objetivo da medida é criar estratégia de atuação para continuar na defesa dos direitos da categoria nesse momento de quarentena.

Mesmo nesse período de Pandemia e trabalho remoto, alguns Tribunais Regionais estão cobrando cumprimento de metas dos servidores. As informações foram repassadas aos sindicatos de base pelos próprios servidores.

Outra reclamação recorrente é que os órgãos não estão disponibilizando Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os trabalhadores em atividade presencial, como os oficiais de justiça e agentes de segurança, num total desrespeito e desobediência às orientações das organizações de saúde e aos trabalhadores.

Diante disso os plantonistas da semana, Edson Borowski e Erlon Sampaio encaminharam ofício (LEIA) aos sindicatos de base para que informem a Federação sobre quaisquer reclamações que receberem nesse sentido. O objetivo é criar estratégia de atuação para continuar na defesa dos direitos da categoria nesse momento de quarentena.

Existe ainda informações de que os servidores possam deixar de receber gratificações e benefícios como a GAS, (Gratificação dos Agentes de Segurança), indenização dos transportes dos Oficiais de Justiça e até do auxilio alimentação.

A Fenajufe orienta que esse levantamento seja feito com urgência e enviado para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. no máximo até o dia 24 de abril, especificando os tribunais nas informações e enviando os Atos e Resoluções quando houver.

O referido levantamento tem como objetivo a possibilidade de atuação de forma conjunta e unificada, política e juridicamente, e, se for o caso, acionar a Comissão ou Coletivo Jurídico da Fenajufe para realização de estudos e proposituras que se fizerem necessárias.

Joana Darc Melo, da Fenajufe

Pin It