Sala de Entrevista desta quinta-feira, 23, é sobre teletrabalho

Convidados serão a professora Ana Magnólia Bezerra, da UnB e o médico Fernando Feijó, especialista em Medicina do Trabalho e Doutor em Epidemiologia

O programa Sala de Entrevista – Especial Lives – desta quinta-feira, 23, vai debater o tema “Teletrabalho e os impactos sobre o servidor durante o distanciamento social”, em tempos de pandemia da Covid-19.

Nesta edição os convidados serão a professora do Departamento de Psicologia do Trabalho da Universidade de Brasília (UnB), Ana Magnólia Bezerra e o médico especialista em Medicina do Trabalho e Doutor em Epidemiologia, Fernando Feijó.

A definição pelo tema do Sala de Entrevistas se deu pela preocupação, em tempos de pandemia do novo coronavírus, com a qualidade de vida para servidores(as), em todos os aspectos. Além disso, valem os alertas quanto aos riscos que a modalidade de trabalho representa para quem a executa.

Exceção ao modelo no Judiciário durante a pandemia, Oficiais de Justiça e Agentes de Segurança continuam em trabalho de campo em várias unidades do Judiciário. A Fenajufe, os Sindicatos da base e entidades de classe do segmento têm cobrado que CNJ e Tribunais proporcionem condições adequadas e principalmente, forneçam EPIs para estes servidores e servidoras.

Apesar da situação que exige a adoção do modelo, a Fenajufe recomenda atenção. O tema é debatido amplamente nas instâncias da Federação e figura em diversas resoluções aprovadas em Ampliadas, Plenárias e Congressos.

Nesta quinta-feira a mediação ficará com os coordenadores Cristiano Moreira e Edson Borowski, plantonistas da semana.

O Sala de Entrevista – Especial Lives - vai ao ar às 18 horas na fanpage no Facebook da Fenajufe (aqui) e pela WebTV da Federação no Youtube (aqui). O evento será retransmitido em parceria pela Fenajud, a Federação dos Servidores do Judiciário nos Estados.

Sindicatos de base da Fenajufe também retransmitirão o programa.

Os convidados:

Ana Magnólia:
Professora do Departamento de Psicologia Social e do Trabalho e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações da Universidade de Brasília (UnB). Coordenadora do Núcleo Trabalho, Psicanálise e Crítica Social na UnB e líder do Grupo de Pesquisa no CNPq. Coordenadora do Estágio em Clínica Psicanalítica do Trabalho no Centro de Estudos e Atendimento Psicológico (CAEP) da UnB. Membro Associado permanente no Centre de Recherche sur le Travail et le Développement (CRTD) na equipe de Psychosociologie du Travail et de la Formation do Conservatoire National des Arts et Métiers (CNAM, Paris). Membro do Grupo de Pesquisa Trabalho, Constituição e Cidadania da Faculdade de Direito da UnB. Pós-Doutorado em Psicopatologia Clínica na Université de Nice-Sophia Antipolis. Estágio Sênior no Freudian-Lacanian Institute Après-Coup Psychoanalytic Association em parceria com a School of Visual Arts, New York (EUA). Doutorado em Psicologia pela UnB e sanduíche na Universidade de Bath, Inglaterra, mestrado e graduação em Psicologia.

Fernando Feijó:
Especialista em Medicina do Trabalho pela ANAMT/AMB e pelo Centro de Documentação, Pesquisa e Formação em Saúde e Trabalho (CEDOP/UFRGS). Mestre em Saúde Coletiva pela UFRGS e Doutor em Epidemiologia pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), tendo realizado período sanduíche na London School of Hygiene and Tropical Medicine (2018-2019), sob orientação do Prof. Neil Pearce. É professor e coordenador do colegiado do curso de Medicina da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Atua nas áreas da Saúde do Trabalhador, Saúde Coletiva e da Atenção Primária à Saúde, com interesse em pesquisa nas áreas da Epidemiologia, Bioestatística, Epidemiologia Ocupacional, Saúde do Trabalhador e Atenção Primária à Saúde, com ênfase em Assédio Moral no Trabalho, Riscos Psicossociais do Trabalho, Saúde Mental e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho.    

 

Luciano Beregeno, da Fenajufe (texto e arte)

Pin It