Servidores seguem alvo de ataques do governo e da imprensa

Fenajufe chama a atenção para mais essa tentativa de apontar a categoria como responsável por altos rendimentos e desigualdades sociais existentes no Brasil

Os servidores públicos continuam sendo alvo de ataques disparados pelo Governo Federal e pela imprensa nacional. Reportagem divulgada no portal Folha de São Paulo no último sábado (19), indica a categoria como causadora das desigualdades sociais existentes no Brasil.

Intitulado “Imposto de Renda explicita desvantagem de servidores federais e desigualdade”, o texto tenta chamar a atenção para “a enorme disparidade de rendimentos e elevada concentração salarial nos funcionários públicos federais em relação ao resto da população”.

A publicação faz uma comparação entre a média de rendimentos dos trabalhadores da iniciativa pública e privada, além de apresentar índices de imóveis adquiridos pelo labor desempenhado por cada segmento, dando conta de que os salários do setor público seriam responsáveis por altos rendimentos nos estados.

O portal cita também a proposta da Reforma Administrativa, que acaba com a estabilidade e atinge diretamente a categoria; e a PEC Emergencial que visa reduzir em até 25% a carga horária e salários, como alternativa para os problemas listados.

A Fenajufe chama a atenção para mais esta tentativa de desqualificar os servidores aos olhos do cidadão comum. Vale lembrar que, mesmo diante da maior crise sanitária vivenciada em todo o mundo, os empregados públicos permanecem na linha de frente para a garantia de atendimentos essenciais e de primeira necessidade à população.   

A Federação Nacional mantém o repúdio a qualquer posicionamento que vise apontar a categoria como responsável pelas diferenças sociais existentes no Brasil. As disparidades perduram devido à má administração e distribuição de recursos públicos! E esses, em nada estão relacionados com a atividade de uma classe trabalhadora.

Caroline P. Colombo, a serviço da Fenajufe

Pin It