Reforma Administrativa: Fenajufe encaminha aos Sindicatos levantamento com posição dos parlamentares

Além disso, a Federação reforçou calendário aprovado na Reunião Ampliada do último sábado (10)

A Fenajufe encaminhou, nessa quarta-feira (14), levantamento aos Sindicatos de base, feito pela Assessoria Parlamentar, com a posição dos deputados e senadores sobre a Reforma Administrativa (PEC 32/2020). O ofício é assinado pelos coordenadores, plantonistas da semana, Fabiano dos Santos e Thiago Duarte.

No documento, a Federação orienta os Sindicatos a pressionarem, em especial, os parlamentares “indecisos” e “favoráveis com ressalvas”, a fim de demovê-los da posição. A lista é mais um recurso na construção de um enfrentamento nacional contra a PEC 32/2020 e também contra as PECs Emergencial (186/19) e do Pacto Federativo (188/19).

E destacou a importância da adesão à campanha “adote um deputado”, definida na reunião da Direção Executiva, em conjunto com as demais entidades do serviço público e centrais sindicais. O objetivo é reunir, no mínimo, 20 a 30 servidores/familiares e estes ficarem responsáveis de acompanhar/pressionar um parlamentar “indeciso” ou “favorável com ressalvas”.

A Fenajufe atua em diversas frentes contra a Reforma Administrativa e PEcs do Plano Mais Brasil: além de participar das mobilizações da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público e integrar a Campanha Nacional do Fonasefe, a Federação articula junto aos Sindicatos de base e entidades nacionais, mais uma campanha contra o desmonte do serviço público. Vale destacar, ainda, que a Fenderação solicitou audiência com todos os líderes da Câmara dos Deputados para tratar do tema.  

Orientações aprovadas na Reunião Ampliada da Fenajufe no último sábado (10) são:

a) Que os sindicatos filiados construam ou adiram aos Fóruns/Frentes Estaduais de Defesa do Serviço Público e Contra as Propostas de Reforma Administrativa;

b) Que as entidades filiadas, juntamente com os Fóruns/Frentes Estaduais, pressionem não só os deputados federais e senadores, mas também os deputados estaduais e vereadores estratégicos para influenciar a opinião pública e a posição dos parlamentares federais;

c) Que as entidades filiadas cobrem dos deputados/as federais o voto contra a reforma com agendamento de reunião nos estados, bem como dos candidatos/as a prefeito/a posição contra a reforma administrativa;

d) Encaminhar à aprovação de moções nas Câmaras de Vereadores/as dos municípios em defesa do serviço público e contras as propostas apresentadas pelo governo Bolsonaro.

Calendário aprovado:

15/10 - Dia Nacional em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade, contra o retorno às aulas presenciais e contra a reforma administrativa. Manifestações pelo dia do professor junto com entidades de trabalhadores/as da educação. Importante a publicização, mesmo que o sindicato não participe, de atividade de apoio aos professores e contra a reforma administrativa;

24/10 - mobilizar para a Plenária nacional de várias entidades sindicais, divulgando aos servidores através das redes sociais: plenária ampla, de base, construída com as três esferas do funcionalismo e estatais.

28/10 - Dia Nacional de Luta com atos e manifestações nos estados, organizado pelos fóruns locais e estaduais com ato virtual centralizado às 16h, replicando as atividades que ocorreram ao longo do dia e mostrando as atividades presenciais que for possível de serem realizadas, ao vivo.

- Construção de um dia nacional de greve contra a Reforma Administrativa, em articulação unificada com as demais entidades dos servidores e servidoras públicos e Centrais sindicais para após o dia nacional de luta de 28 de outubro, apresentando como sugestão da categoria para a construção coletiva ampla, nos fóruns com as entidades dos servidores e Centrais, o dia 11/11.

Acesse AQUI a íntegra do ofício.

 Posição dos Parlamentares quanto à reforma Administrativa (baixe o PDF)

 

Raphael de Araújo, da Fenajufe

Pin It