fbpx

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

Mobilização no Aeroporto de Brasília pede retirada da PEC 32. "Se votar, não volta!", pressionam

Semana começa com recepção bem calorosa ao som de “ô Paulo Guedes, seu fascistinha, a sua PEC tem cheiro de rachadinha”

 

Servidores Públicos das três esferas de governo da República promoveram mais um dia de pressão, na recepção a parlamentares no aeroporto internacional de Brasília. Presença determinante da Fenajufe sindicatos filiados. A Federação esteve representada pela coordenadora Lucena Pacheco Martins e pelo coordenador Evilásio Dantas.

Mobilizados, servidores e servidoras pedem a retirada da PEC 32/20, não só pelos ataques aos serviços públicos que ela representa, mas principalmente, pelas maldades às quais ela submete a população em geral.

Para aqueles que mais precisam de serviços públicos como educação, saúde, vigilância sanitária e epidemiológica, ou ainda, para queles e aquelas que buscam preservar o planeta através do meio-ambiente, os efeitos da reforma administrativa (PEC 32) são nefastos.

Desde a redução do atendimento em saúde e educação ao fim de serviços de fiscalização e programas ambientais, a reforma administrativa representa retrocessos e prejuízos para a população e ganhos altíssimos para o mercado financeiro e empresariado inescrupuloso.

Ao desmontar os serviços públicos, a PEC 32 (reforma administrativa) substitui a prestação desses serviços pelo estado, passando sua oferta aos serviços privados. Ou seja: onde antes havia estado, com a PEC 32, será a empresa. Onde antes o fluxo era de vida com o estado, será fluxo de caixa, com a empresa.

E é contra esse desmonte que a Fenajufe, ao lado dos sindicatos da base e entidades dos serviços públicos de todo o território nacional, luta para impedir que parlamentares vendidos ao empresariado e ao mercado, bajuladores do governo, promovam esse massacre contra cidadãos e cidadãs.

E é essa redução de serviços públicos aos cidadãos e cidadãs que preocupa a coordenadora ea Fenajufe, Lucena Martins. Ela avalia que a Pec irá impactar a população que mais precisa da presença do estado, impedindo o livre exercício da cidadania. Também coordenador da Fenajufe, Evilásio Dantas lembra que o movimento dos servidores e servidoras contra a PEC 32 assusta deputados e deputadas, que até se escondem na tentativa de escapar da pressão. Evilásio destaca a necessidade do movimento contra a PEC, intensificar a articulação nas bases eleitorais dos deputados e deputadas, surtindo efeito ainda mais avassalador.

A transmissão completa feita pelo YouTibe da Fenajufe, pode ser assistida abaixo. A entrevista com os coordenadores acontece a partir dos 51 mintos de veiculação:

O dia de mobilização terminou com o tuitaço organizado pela Frente Parlamentar do Serviço Público na noite desta segunda-feira, 25. Seguindo tradição de bons resultados, a mob virtual com a hashtag #PEC32VaiCair ganhou destaque como a terceira mais comentada no Brasil, pelo ranking Trending Topics Brasil (https://trendingtopics.com.br/brasil) com 21 k de citações e em nono lugar, com mais de 31 mil referências, apontadas pelo Trends24 (trends24.in/brazil).

A mobilização continua nesta terça-feira, com a recepção aos parlamentares no aeroporto de Brasília a partir das 7 horas e em seguida, às 14h, com o ato no Anexo II da Câmara dos Deputados.

 

Luciano Beregeno, da Fenajufe (texto, fotos e transmissão)

 

Pin It

afju fja fndc