fbpx

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

Recomposição salarial:5% não enfraquece luta das categorias que organizam grande ato nesta quinta-feira (12)

Aumento anunciado pelo governo não impedirá manifestação em Brasília com caravanas e delegações de todos os estados 

O anúncio de que servidores do Judiciário e MPU serão contemplados com o aumento de 5% concedidos pelo governo a todo funcionalismo não enfraquece a luta. Ao contrário, esse percentual é  insuficiente e vergonhoso.

Nesse sentido, servidoras e servidores de todo País se organizam para protagonizar o maior ato em Brasília pela recomposição salarial. Desde início do ano o conjunto de servidores públicos tenta negociar com o governo sem sucesso. Somente as perdas salariais dos últimos três anos, somam quase 20%.

A concessão do aumento de 5% apenas cumpre o papel demagógico do governo de que atendeu o pleito de recomposição das categorias. Na verdade, o principal objetivo de conceder esse reajuste é tentar desmobilizar o movimento paredista que se alastra pelo País. Até o momento três categorias já se encontram em greve.

Servidores do Banco Central(BACEN),Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e do Ministério do Trabalho e Previdência estão com suas atividades paralisadas. Outras categorias, como a dos delegados, por exemplo, anunciaram greve e pediram a renúncia do ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

Por isso é tão importante a união das categorias para não arrefecer da luta pela recomposição legítima mínima de 19,99%. O pífio aumento não passa de estratégia eleitoreira.O momento é de fortalecer a unidade para derrotar os defensores da reforma que retira direitos e inviabilizam o aumento salarial dos servidores públicos.

Com a convocação feita pela Federação aos sindicatos de base, já confirmaram envio de representantes e/ou caravanas à Capital federal o Sisejufe/RJ, Sintrajufe/RS, Sitraemg/MG,Sintrajufe/PE, Sintrajud/SP, Sindjufe/BA, Sindjufe/MS, Sintrajufe/CE, Sinjufego/GO, Sindiquinze/SP e Sindissétima/CE.

O ato tem início as 14 horas com concentração no Espaço do Servidor. De lá os manifestantes realizam caminhada até a Praça dos Três Poderes.

Confira calendário de lutas

09 a 13 de maio:semana de realização de assembleias para deliberação da paralisação do dia 19 e debate sobre o conjunto do processo de mobilização;

12 de maio: Ato  a partir das 14 horas em Brasília:, com passeata as 16 horas em conjunto com servidores do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissionais e Tecnológica (Sinasefe) e de estudantes da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES)que estarão em congresso nesse dia em Brasília;

19 de maio:dia de mobilização e paralisações nos estados, incorporando outras reivindicações de segmentos da categorias e atos locais pelo REAJUSTE JÁ!;

25 a 29 de maio: nova semana de realização de assembleias para avaliação da mobilização e possibilidade de ingresso na greve;

No dia 31/05/22 já está acertado uma atividade organizada pelo Fonasefe no auditório Nereu Ramos do anexo II da Câmara dos Deputados(a confirmar formato).

Joana Darc Melo

Pin It

afju fja fndc