fbpx

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

Comissão Especial prorroga prazo para apresentação de emendas à Reforma Administrativa

Com novos atos convocados para 3 e 24 de julho, o movimento contra a reforma administrativa foi encampado e já começa a marcar posição

O prazo para apresentação de emendas à PEC 32/20 – a reforma administrativa – na Comissão Especial foi prorrogado por mais três sessões e vai até 7 de julho. A decisão foi comunicada por Arthur Lira (PP/AL) na tarde de hoje, 30.

Mais cedo, na reunião da Comissão Especial da Reforma Administrativa, o colegiado construiu acordo para que as emendas sejam assinadas por todos os partidos, sem compromisso com o mérito.  Pelo acordo, cada coordenador partidário ficará responsável por indicar três emendas, com os seus respectivos códigos, até sexta-feira (2), a serem assinadas.  

Essa foi a forma encontrada para superar dificuldade enfrentada para coleta de assinaturas, principalmente pelos partidos de oposição. É o caso da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público, que protocolou emenda que reconhece as políticas sociais como atividades típicas de Estado. 

O documento foi assinado pelos deputados coordenadores da Frente, Rogério Correia (PT/MG), Alice Portugal (PCdoB/BA), Paulo Ramos (PDT/RJ) e Danilo Cabral (PSB/PE) e tem o objetivo de evidenciar a importância das funções estratégicas do Estado brasileiro como principal agente condutor de desenvolvimento e combate às desigualdades sociais.

Para não permitir o avanço de propostas de desmonte, como privatizações e a terceirização do serviço público, a Frente orienta pressão sobre os parlamentares que assinem a emenda. Confira na íntegra: https://bit.ly/EmendaFrente .

Até o momento, apenas o deputado Kim Kataguiri (DEM/SP) conseguiu o número necessário de subscrições e apresentou duas emendas ao texto da Reforma Administrativa.

Mobilizar para enfraquecer a reforma

Mais que nunca, a articulação para barrar a reforma administrativa ou dificultar sua tramitação, se vale de todos os instrumentos disponíveis. É o caso das manifestações pelo impeachment de Jair Bolsonaro. Na avaliação da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público, quanto maiores forem e fortalecidos forem os atos, maior a dificuldade em torno da aprovação da Pec 32. Em contrapartida, temendo debandada do Centrão em relação ao governo, o presidente da Câmara, Arthur Lira, quer acelerar o processo para que a PEC seja aprovada no mais tardar, até setembro.

Com novos atos convocados para 3 e 24 de julho, o movimento contra a reforma administrativa foi encampado e já começa a marcar posição nas principais concentrações. Com essa perspectiva, a Fenajufe orienta aos sindicatos que, na medida de suas possibilidades, apoie, adira e organize a participação da base e da comunidade em geral, em 3 de julho e 24 de julho, pelo #ForaBolsonaro e #ReformaAdministrativaNAO, como instrumento de freio aos ataques contra servidoras, servidores e serviços públicos.

Mas vale a recomendação: a participação nos atos deve observar rigorosamente as recomendações de segurança sanitária. Mantenha o distanciamento; use máscara e se possível, leve mais de uma para quem não tem; use álcool em gel e ao final, não pare em bares e lanchonetes. Observe os preceitos de segurança sanitária também no transporte público, se for utilizá-lo. 

Na programação, hoje (30 de junho), foi protocolado o super pedido de impeachment de Jair Bolsonaro, elaborado pela Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), juntamente com parlamentares, partidos políticos, Centrais Sindicais, Movimentos Sociais. O protocolo foi marcado por um ato na Esplanada dos Ministérios, que contou inclusive, com a participação de parlamentares que já foram linha de frente do governo Bolsonaro.

As atividades estão assim convocadas:


- 1º de julho: Plenária Nacional de Lutas Populares, às 18h, para organizar os atos nacionais

- 3 de julho: 3º Ato Nacional #ForaBolsonaro e #ReformaAdministrativaNAO em todo território nacional e no exterior.

- 24 de julho: 4º Ato Nacional #ForaBolsonaro e #ReformaAdministrativaNAO em todo território nacional e no exterior.

 

Luciano Beregeno, da Fenajufe (com informações da Assessoria Parlamentar)

Pin It

afju fja fndc