banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

Redação Fenajufe

Relator afirma que PEC Emergencial perdeu importância no momento, mas retorna à pauta após fim da crise do coronavírus

Após ter a leitura do parecer à PEC 186/19 (Emergencial) adiada, o relator, senador Oriovisto Guimarães (Podemos/PR), afirmou em entrevista ao site Congresso em Foco que a PEC perdeu a importância no momento.

“Acho que essa é uma PEC que pode esperar e que vai ser feita presencialmente mais tarde. Nada que está previsto na PEC seria aplicado hoje. O que se faz agora é o contrário, é injetar dinheiro na economia, não é cortar gastos. A PEC neste momento perdeu a importância, será mais importante na hora que acabar a crise, agora não”. 

 

Inicialmente, a presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), havia mantido a leitura para a quarta-feira (18), mas, depois da forte pressão sobre o parlamento - articulada pelos trabalhadores tanto da iniciativa privada quanto do setor público -, a senadora recuou e cancelou a sessão.

Contudo, tanto o relator quanto a presidente da CCJ, concordam que a PEC 186/19 voltará à pauta de discussões do Senado tão logo a crise do novo coronavírus (COVID-19) esteja controlada. O senador afirmou que seu parecer já está encaminhado.

No mesmo dia 18, entidades representativas de vários segmentos do serviço público e da classe trabalhadora protagonizaram uma forte mobilização digital nas redes sociais com cards, banners, vídeos e frases de repúdio contra as reformas do governo Bolsonaro. O 18M também foi de valorização e defesa do serviço público.

Raphael de Araújo, da Fenajufe

Foto: Pedro França/Agência Senado

Pin It

CNJ acata requerimento de suspensão de prazos formulado por Fenajufe e Fenajud

O trabalho conjunto das duas maiores federações de trabalhadores do Judiciário da União – Fenajufe, dos Federais e MPU e Fenajud, dos estaduais, surtiu efeto. Nesta quinta-feira, 19, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicou portaria estabelecendo plantão extraordinário e suspendo prazos processuais em todo o país, até 30 de abril.

Pin It

Mobilização Digital toma conta do Brasil em protestos no 18M

Devido a pandemia do novo coronavírus (COVID-19) os atos programados para o dia 18 foram convertidos em uma grande mobilização digital. Entidades representativas de vários segmentos do serviço público e classe trabalhadora abarrotaram suas redes sociais com cards, banners, vídeos e frases de repudio em defesa do serviço público, além da indignação contra as reformas do governo Bolsonaro. As reformas em questão representam o verdadeiro desmonte do serviço público e do Estado brasileiro.

Pin It

Nota de Repúdio à decisão irresponsável do TRF4 de submeter servidores(as) e população ao risco de contágio pelo novo coronavírus

cabeca

 

É com extrema perplexidade e temor que Fenajufe – Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Judiciário Federal e Ministério Público da União – e o Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal e do MPU no RS – Sintrajufe (RS) - receberam a decisão da presidência do Tribunal Regional Federal da 4ª Região – TRF4 –, desembargador Victor Luiz dos Santos Laus, de manter o atendimento ao público, mesmo ante o cenário catastrófico que se instala no País, paulatinamente pelo avanço das infecções e mortes por COVID-19, o novo coronavírus.

Pin It

Fenajufe convoca entidades para mobilização massiva às 15 horas

Após twitaço em conjunto com as entidades ao meio dia  desta manhã , a   Fenajufe  prepara #Facebucaço às 15 horas.

A ação  faz parte do Dia Nacional de Mobilização  no Serviço Público
e começou na noite do dia 17  se estendendo até às  20:30 de hoje, (18)

A Fenajufe  conclama todos os sindicatos de  base para se unirem nessa ação coletiva
e que repliquem  os cards e frases em defesa do Serviço Público

18M! Faça parte
EmDefesaDoServicoPublico
#18MContraOCorona
#ServicoPublicoEhCidadania

Joana Darc, da Fenajufe

Pin It

18 de março! Hoje é dia de Greve e muita mobilização digital

Data marca luta dos servidores contra o fim dos serviços públicos e pelo fortalecimento do atendimento em Saúde e Pesquisa Científica: se a PEC 186 estivesse em vigor, a luta contra o coronavirus estaria perdida

A quarta-feira 18 de março - homericamente batizada de 18M – marca o Dia Nacional de Greve pela valorização do serviço público e da Classe Trabalhadora no Brasil. É o dia em que servidores e servidoras públicos cruzarão os braços em protesto contra a canalhice de um governo, aliada a um Congresso Nacional composto por muito parlamentar mal intencionado, que querem acabar com o serviço público e substituí-lo por serviços pagos, tocados pela iniciativa privada.

Com a mobilização coletiva e os atos prejudicados pela pandemia do coronavírus, a orientação é que o dia seja de muita mobilização nas redes sociais na internet.

As atividades terão inicio logo pela manhã, quando entidades de diversos segmentos darão inicio a lives pelo Facebook, “tuitaços” e outras ações nas redes, como as ondas no whatsApp.

Janelas da Democracia

A movimentação do 18M promete ainda mobilizar as pessoas com criatividade. Por orientação das centrais, as janelas das casas e apartamentos serão o espaço de manifestação com apitaços, barulhaços e muita gritaria às 20h30. 

A Fenajufe estará presente com a campanha Janelas da Democracia. Faça sua parte e solte seu grito em defesa dos Serviços Públicos: “Serviço Público é Cidadania”. 

Ondas no WhatsApp

Duas ondas estão programas neste 18M, pelo whatsapp. Uma às 15h que promoverá distribuição massiva de cards em defesa dos serviços, servidores e servidoras públicos. Outra, às 20h30, reforçará o mote da primeira e convidará a todos a estarem na janela defendendo o serviço público no combate ao corona vírus.

A programação proposta pela Fenajufe, para trabalho conjunto com seus sindicatos, está assim distribuída:

 

Horários e ações

18 de Março

Greve Nacional do Judiciário Federal, TJDFT e MPU e de todo o Serviço Público Brasileiro

Hashtags:


#EmDefesaDoServicoPublico

#18MContraOCorona

#ServicoPublicoEhCidadania

*outras hashs poderão ser acrescentadas, obedecendo às seguintes recomendações:
- no Twitter, apenas uma hashtag;

- Facebook, de duas a três;

- Instagram, mais liberdade

 

12h

– Tuitaço com cards e frases de valorização do serviço público para derrotar o coronavirus

 

15h

– 1ª onda WhatsApp com disparo de cards apenas da campanha de valorização do serviço público para derrotar o coronavirus

16h

- Facebookaço com repercussão no Twitter

 

20h30

 – 2ª onda de whatsApp + Janelas da Democracia + Twittaço com cards e frases de valorização do serviço público para derrotar o coronavirus

Lives (Facebook) Programadas:

Sintrajud (SP) – 11h

Sindjus (AL) - 15h30

Sintrajufe (RS) – 16h

Para transmissão cruzada, entrar em contato com as respectivas Assessorias de Comunicação.

Luciano Beregeno, da Fenajufe (texto e arte)

Pin It

Aviso de Recesso

A Fenajufe estará em recesso neste final de ano, entre os dias 20 de dezembro de 2019 e 6 de janeiro de 2020, retornando às atividades normais em 7 de janeiro de 2020.

A todos, um excelente fim de ano com muita reflexão e um 2020 com disposição para as batalhas que se seguirão. 

Boas Festas!

Pin It

Resumo do Plantão - Edição 058

No Resumo do Plantão desta semana - o último de 2019 - o Coordenador Fernando Freitas faz uma resumo das atividades da Fenajufe ao longo do ano que termina, das lutas e do cenário de ataque que ameaça os servidores e servidoras do PJU, MPU e toda a classe trabalhadora.

Pin It

Reunião do Fonasefe define ações contra a reforma da Previdência

O Fórum Nacional das Entidades dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) reuniu-se na terça-feira, 17, em Brasília para debater, levantar e avaliar os temas jurídicos da reforma da Previdência a serem questionados.

Pin It

Quintos: fim da novela! Servidores mantém o recebimento da parcela

Quintos continuam sendo pagos, mas quem recebe via decisão judicial não transitada em julgado ou por decisão administrativa, terá o benefício absorvido por reajustes futuros

Pin It

STF mantém Quintos

Resultado dos Quintos:

Resumo:

- Quem recebe por força de decisão transitada em julgado: permanece recebendo.


- Quem recebe por força de decisão sem trânsito em jugado ou recebe por decisão administrativa: permanecem recebendo até serem absorvidos integralmente por reajustes futuros.

Ou seja:

1- Quintos recebidos por decisão judicial transitado em julgado: reconhecida indevida a cessação do pagamento dos quintos;


2- Quintos em virtude de decisão administrativa: prevalece a posição do Relator. Modula o efeito para que continuem recebendo até sua absorção integral por reajuste concedido aos servidores;


3- Quintos recebidos por decisão judicial ainda não transitada em julgado: prevalece a posição do Relator. Modula o efeito para que continuem recebendo até sua absorção integral por reajuste concedido aos servidores.

Aguarde matéria completa ainda hoje.

Pin It

Quintos no STF. Acompanhe!

Acompanhe sessão do STF que deve modular a extensão dos votos proferidos no julgamento em plenário virtual, do RE 638115, que trata dos Quintos incorporados entre abril de 1998 e setembro de 2001. Acompanhe aqui e também na Rádio Fenajufe (link na página principal do site):

 

 

Pin It

PL que estende porte de armas a OJAFs e Agentes de Segurança já tramita na Câmara

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados encaminhou nesta terça-feira, 17, o PL 6438/2019 às comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional; Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e Constituição e Justiça e de Cidadania.

A proposta, de iniciativa do Poder Executivo, estende o porte de armas a Oficiais de Justiça, Oficiais do MPU e Agentes de Segurança do Judiciário da União, Estados e territórios, bem como do Ministério Público.

O projeto permite o porte de arma - particular ou institucional – aos servidores que exerçam efetivamente atividades de segurança, “na forma prevista em regulamento a ser emitido pelo Conselho Nacional de Justiça e pelo Conselho Nacional do Ministério Público”.

O PL 6438 tramitará em regime de urgência e a Fenajufe acompanhará toda a tramitação, para eventuais sugestões de mudanças no texto. O inteiro teor da proposta pode ser acessado AQUIPor tramitar em regime de urgência constitucional, o projeto passará a trancar a pauta do Plenário da Câmara dos Deputados a partir do dia 09/03/2020. 

 

Emendas

 

Será aberto, a partir do dia 19 de dezembro, prazo de 5 sessões para apresentação de emendas ao projeto. Assim, a expectativa é que o prazo seja encerrado no dia 12/02/2020. Ressalte-se que por tramitar em regime de urgência, as emendas deverão ser apresentadas diretamente na Mesa Diretora com o apoiamento de, ao menos, 103 deputados ou líderes que representem esse número. (Assessoria Parlamentar).

 

Atualizada às 18h43 do dia 18 de dezembro, para inclusão de informação sobre prazo de emendas.

 

Pin It

CCJ da Câmara aprova admissibilidade da proposta de Reforma Sindical

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (17), e votação simbólica, a admissibilidade de proposta de emenda à Constituição (PEC 196/19) do deputado Marcelo Ramos (PL-AM). A proposta confere nova redação ao Artigo 8º da Constituição Federal e altera o ADCT, para promover uma Reforma no Sistema Sindical com objetivo de dificultar a organização dos trabalhadores para a defesa de direitos.

A PEC se soma a outras propostas do governo que visa o desmonte do Estado e do serviço público como o Plano Mais Brasil e a Reforma Administrativa. O relator deputado Fábio Trad (PSD-MS) recomendou a aprovação da proposta e retirou o artigo que trata da contribuição para negociação coletiva e da composição e atribuições do conselho.

Entre outros pontos, a PEC 196/19 acaba com a unicidade sindical, cria um mecanismo de representatividade para que o sindicato só represente uma classe se tiver um mínimo de adesão e retira o Estado da condição de chancelador de sindicatos.

A matéria segue para análise de mérito em Comissão Especial a ser instituída, ocasião em que será aberto prazo de 10 sessões para apresentação de emendas. Essa análise deve acontecer em fevereiro.



Mais sobre o tema:

Comissão Especial vai analisar texto da Reforma Sindical em fevereiro

 

A proposta estabelece que a organização de trabalhadores e empregadores será definida por setor econômico ou ramo de atividade, sendo que a base territorial do sindicato será definida pelos trabalhadores ou empregadores interessados, não podendo ser inferior a área de 1 município.

Com relação aos servidores públicos civis, a proposta também acrescenta, no artigo 8º da Constituição, direito à livre associação sindical e à negociação coletiva.

E confere ainda prazo de 180 dias para que o Congresso Nacional regulamente a Convenção 151, da OIT, e a Recomendação 159, da OIT, que visa garantir e defender os interesses dos funcionários públicos, nas 3 esferas de governo, tratando da liberdade sindical e do processo de negociação coletiva dos servidores públicos. (Com informações da Assessoria Parlamentar)

 

 

 

Pin It

Fenajufe acompanha última sessão ordinária do CNJ nesta terça-feira (17)

Com 20 processos em pauta, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza, nesta terça-feira (17), a 302ª Sessão Ordinária, em Brasília. Entre os itens que compõem a pauta, consta o Ato Normativo nº 0004450-49.2019.2.00.0000, que define parâmetros para uso de redes sociais pelos magistrados.

O coordenador da Fenajufe Roniel Andrade acompanha os trabalhos da última sessão do ano. Acesse AQUI a pauta completa.

Já nesta quarta-feira (18), o Plenário do CNJ se reúne a partir das 9h30 para a realização da 53ª Sessão Extraordinária, que será presidida pelo ministro Luiz Fux, vice-presidente do CNJ. A sessão retomará o julgamento da Reclamação para Garantia das Decisões 0004751-93.2019.2.00.0000 - os conselheiros começaram a analisar o item na 52ª Sessão Extraordinária, que ocorreu na última terça-feira (10).

Acompanhe:


 

Pin It

CJF decide aguardar STF no caso dos Quintos/Décimos incorporados

Sobre a acumulação da GAE e VPNI, houve pedido de vistas pelo Ministro Moreira Alves

O plenário do Conselho da Justiça Federal (CJF) suspendeu as discussões sobre o pagamento dos Quintos/Décimos incorporados, até que o Supremo Tribunal Federal (STF) defina sobre o tema. A decisão foi tomada no início da tarde desta segunda-feira, 16, em sessão ordinária do órgão.

Por unanimidade, os Conselheiros e Conselheiras decidiram por suspender os efeitos do acórdão proferido até que se tenha a decisão dos embargos de declaração no RE 638.115, em trâmite no  STF. O julgamento dos embargos está pautado para a próxima quarta-feira, 18, no Supremo. Já a próxima sessão do CJF acontece em 10 de fevereiro, às 14 horas.

A decisão vem ao encontro do pedido feito pela Fenajufe à ministra Maria Thereza de Assis Moura, vice-Presidente e Corregedora-Geral do CJF, na reunião de 9 de dezembro, de aguardar posição final do Supremo Tribunal Federal (STF) quanto à modulação dos votos RE dos Quintos, no STF (leia em Fenajufe solicita que relatora no CJF aguarde modulação dos Quintos no STF ).

O processo 0000148-45.2019.4.90.8000 trata das parcelas de quintos/décimos incorporados pelos servidores do CJF e da Justiça Federal de primeiro e segundo graus, no período de abril de 1998 a setembro de 2001 (MP n. 2225-45/2001).

Quanto à acumulação da VPNI com a GAE, também em análise na sessão desta segunda-feira, o relator votou no sentido de ser necessária a instauração de procedimento administrativo interno, para verificar caso a caso, a situação de cada servidor. Assim, seria verificada a natureza jurídica das parcelas que eles recebem. Se for constatada a mesma natureza jurídica, o servidor teria o direito de optar por uma das duas para continuar recebendo. Pelo voto, não há que se falar em devolução dos valores recebidos de boa-fé. O relator manteve o entendimento do TCU. Em seguida houve pedido de vista do ministro Ricardo Moreira Alves.

Mobilizada na atuação pela garantia do direito, a Fenajufe manteve-se presente à sessão através dos coordenadores Costa Neto, Epitácio Júnior, Juscileide Rondon, Roberto Policarpo e Roniel Andrade. Pela Assessoria Jurídica Nacional (AJN), a advogada Adriene Hassen acompanhou os trabalhos.

A sessão completa do Conselho pode ser revista no link http://bit.ly/36HfAHG

 

 

 Luciano Beregeno, da Fenajufe 
 Fotos: Joana Darc Melo, da Fenajufe

 

Pin It

CJF analisa Quintos neste momento

Em curso neste momento a sessão ordinário do Conselho da Justiça Federal (CJF). Na pauta (acesse AQUI) O PROCESSO 0000148-45.2019.4.90.8000, que trata dos Quintos/Décimos incorporados por servidores do ramo.

Acompanhe em :


Pin It

afju fja fndc