fbpx
Sindijufe-MT chama Categoria para Assembleia dia 16/05 sobre recomposição salarial; perdas acumuladas apenas no governo Bolsonaro ultrapassam 19,99%

Sindijufe-MT chama Categoria para Assembleia dia 16/05 sobre recomposição salarial; perdas acumuladas apenas no governo Bolsonaro ultrapassam 19,99%

Na próxima segunda-feira (16), às 13h30, o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso (Sindijufe-MT) realizará assembleia presencial no TRT23, no saguão de entrada do prédio das Varas. A pauta será de interesse de toda a Categoria: recomposição salarial emergencial de 19,99%, que corresponde à inflação durante o governo Bolsonaro até dezembro de 2021.

O fato é que algumas categorias já estão até em greve ou já fizeram paralisações para pressionar o governo a conceder a revisão salarial emergencial, mas os Servidores do Judiciário Federal em Mato Grosso até hoje não se mobilizaram, e as lideranças sindicais em Brasília têm alertado que sem uma intensa mobilização a Categoria não conseguirá descongelar seus salários.

Por recomendação da Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União (a Fenajufe), e em conformidade com o calendário de mobilização aprovado no 11º Congresso Nacional da Fenajufe (Congrejufe), ocorrido no final de abril em Alexânia de Goiás, o SINDIJUFE-MT conclama aos Servidores da Justiça do Trabalho, Justiça Eleitoral e Justiça Federal, que participem da Assembleia no dia 16 de maio, até porque a desvalorização salarial vem se acentuando desde janeiro, com a inflação atingindo índices que há muitos anos não se via.

Saiba mais

SINDIJUFE-MT prossegue com a mobilização para a assembleia híbrida de segunda-feira, e a panfletagem nesta sexta-feira acontece no TRE

 

Luiz Perlato - SINDIJUFE/MT

Pin It

afju fja fndc