Judiciário e carreiras típicas de Estado realizam ato conjunto dia 16, em frente à JF de Santos

Os servidores públicos federais de várias categorias em todo o país prometem intensificar as paralisações para exigir do governo a abertura de negociações efetivas que coloque fim à política de reajuste zero. Em Santos (litoral de São Paulo) várias categorias em greve ou paralisadas que compõem o Fórum das Carreiras Típicas de Estado – Frente Santos/SP realizarão mais um ato unificado nesta quinta-feira (16/08), às 11h30. A concentração do ato será em frente à Justiça Federal de Santos, localizada na Praça Barão do Rio Branco, 30. O ato também contará com os servidores do Judiciário Federal, em greve por tempo indeterminado desde o dia 8 de agosto.

Em seguida os servidores em greve irão marchar nas ruas de Santos até a Praça Mauá. No percurso denunciarão para a população a política intransigente do governo Dilma Rousseff contra aos servidores que estão em luta pela valorização dos serviços públicos.

Negociação

A pressão e a força das fortes greves dos servidores públicos federais que tomam conta de todo o país têm exigindo do governo Dilma Rousseff algum tipo de negociação e apresentação de propostas.

Este tratamento tem sido dado aos professores das universidades federais que iniciaram a greve no dia 17 de maio, paralisando 57 das 59 universidades de todo o país. Para o Sintrajud-SP, a unidade e a força da greve deste setor são uma demonstração de luta que deve ser seguido por todos os servidores públicos que estão há anos com seus salários congelados. 

Fonte: Sintrajud-SP

 

Pin It