fbpx

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

No Rio Grande do Sul, assembleia geral rejeita proposta do governo e aprova continuidade e fortalecimento da greve

Os servidores do Judiciário Federal gaúcho, reunidos em assembleia geral na tarde desta segunda-feira (27), rejeitaram sumariamente a proposta feita pelo governo Dilma, de reajuste de 15,8% parcelados em três anos. Para os trabalhadores, é fundamental a manutenção da luta pela aprovação do PCS integral. Depois da assembleia com os servidores de Porto Alegre, na última quarta-feira (22), agora a contraproposta foi rejeitada pelos servidores de todo o Estado.  

Nas intervenções que antecederam a votação, os colegas lembraram que o Judiciário e o MPU são as categorias que estão há mais tempo sem receber qualquer reposição e que o percentual proposto pelo governo não cobre sequer metade da inflação de 2006 até agora.

A reunião, ocorrida no auditório das varas trabalhistas, em Porto Alegre, também deliberou pelo fortalecimento da greve iniciada em 15 de agosto e sua continuidade por tempo indeterminado. Os servidores também votaram e aprovaram o calendário com as próximas atividades da luta pelo reajuste salarial.

Com a participação de mais de 200 pessoas, a assembleia contou com presença de grevistas de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Esteio, Estrela, Gravataí, Montenegro, Novo Hamburgo, Pelotas, São Jerônimo, São Leopoldo, Soledade, Passo Fundo, Vacaria, Triunfo, Santana do Livramento e Farroupilha, além dos servidores da capital e de vários colegas aposentados.Agenda da greve esta semana no Rio Grande do Sul

Dias 28 e 29/08 (terça e quarta-feiras)

- Passagem pelos setores

Dia 30/08 (quinta-feira)

- Ato na Justiça Federal às 14h

- Reunião do Comando Estadual de Greve

- Ato nacional no STJ, em Brasília

Dia 31/8 (sexta-feira)

- Reunião Ampliada da Fenajufe, em Brasília

Fonte: Sintrajufe-RS

 

 

Pin It

afju fja fndc