Sindicatos dos servidores da 5ª Região decidem por posição contrária ao retorno das atividades presenciais

Lideranças dos servidores reforçam que categoria só pode voltar com ausência de risco de contágio 


Os representantes do Sindjus-AL, Sintrajufe-CE, Sindjuf-PB, Sintrajuf-PE, Sintrajurn e Sindjuf-SE se reuniram virtualmente, no dia 9 de julho, e decidiram por posição contrária ao retorno das atividades presenciais.

Na reunião, cada representante apresentou informações sobre a situação de cada estado. As lideranças analisaram a nota técnica sobre o plano de retomada das atividades presenciais no Judiciário Federal e deliberaram sinalizar claramente a contrariedade das entidades representativas ao retorno das atividades presenciais até que haja segurança quanto à ausência de risco de contágio, além de disponibilidade de vacina ou remédio.

No encontro, decidiram requerer ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região uma reunião virtual da Administração com os sindicatos. Veja as deliberações:

1) Sinalizar claramente a contrariedade das entidades representativas dos servidores ao retorno das atividades presenciais até que haja segurança quanto à ausência de risco de contágio, disponibilização de vacina ou remédio;

2) Requerer ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região uma reunião virtual da Administração com os sindicatos;

3) Requerer ao TRF5 que realize pesquisa entre todos os servidores da Região sobre a opinião quanto ao retorno ao trabalho presencial durante a pandemia, nos moldes empregados pela Seção Judiciária do Ceará;

4) Requerer ao TRF5 que considere, além dos casos incluídos como grupo de risco indicado na Nota Técnica dos setores médicos, a preservação máxima das servidoras gestantes;

5) Requerer ao TRF5 para os servidores com filhos em idade escolar que seu retorno seja condicionado ao retorno das aulas;

6) Solicitar ao Grupo de Trabalho, em específico aos setores médicos, a inclusão, dentre as medidas de controle, da testagem de servidores e demais pessoas que venham a frequentar os locais de trabalho;

7) Solicitar aos setores médicos pronunciamento sobre as recentes notícias acerca da possibilidade de contaminação por covid-19 através da permanência de micropartículas ou aerossóis em suspensão no ar;

8) Solicitar aos referidos setores técnicos pronunciamento sobre o plano de retomada para as atividades externas dos Oficiais de Justiça;

9) Reiteram as solicitações já apresentadas pelas entidades. A reunião foi encerrada, ficando pendente o agendamento de novo encontro conforme a resposta do Tribunal.
 
 
Pin It