Fenajufe acompanha última sessão do CNJ sob presidência de Dias Toffoli. Assista:

Plantonista da semana, Roberto Policarpo representa, presencialmente, a Federação no evento. Pauta tem temas importantes para categoria

O coordenador da Fenajufe,  Roberto Policarpo, plantonista da semana ao lado do coordenador Isaac Lima, acompanha neste momento, presencialmente, a 57ª Sessão Extraordinária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Esta será a última sob a presidência do ministro Dias Toffoli, Na quinta-feira, 10, o ministro Luiz Fux assume a presidência do Conselho e do Supremo Tribunal Federal (STF). Na foto da capa, o coordenador 

Na pauta desta terça-feira, o Conselho deve votar dois temas que detêm a atenção dos servidores e servidoras do Judiciário. Um é a criação da Polícia Judicial Federal, luta antiga dos Agentes de Segurança Judiciária e do conjunto dos trabalhadores da pasta. A outra é o Ato Normativo  que trata da jornada especial para magistrados e servidores com deficiência ou que tenham filhos nas mesmas condições.

A Fenajufe, em reuniões com o conselheiro Mário Guerreiro, relator do processo - na foto, ao lado de Roberto Policarpo momentos antes da sessão desta terça-feira, 8 -, e com o secretário-geral, Carlos Vieira von Adamek, além de articulação junto ao presidente Toffoli, trabalha pela resolução implementando a Polícia Judicial e disciplinando o poder de polícia administrativa no âmbito do PJU. A criação é defesa histórica da Fenajufe e Sindicatos da base, já deliberada em várias instâncias.

Acompanhe:

 

Pin It