Frente Parlamentar do Serviço Público orienta esforço concentrado para coleta de assinaturas nas emendas da PEC 32

Os partidos têm até esta quarta (7) para apresentação das emendas; busca por assinaturas deve ser intensificada

Os coordenadores Fábiano dos Santos e Roberto Policarpo participaram de reunião da Frente Parlamentar do Serviço Público, na tarde de segunda feira(5). No encontro semanal, o ponto principal da pauta foi as emendas que serão apresentadas pelos partidos para a Comissão Especial da Reforma Administrativa.

A reunião reconheceu as dificuldades de obtenção das assinaturas para as emendas, principalmente dos partidos de oposição. Nesse sentido, o momento é de urgência para se fazer o “dever de casa” e buscar estratégias de convencimento aos parlamentares para assinar, lembrando que as emendas fazem parte de uma estratégia de atuação parlamentar que não substituem, mas reforçam, nesta frente, a luta pela rejeição total à PEC 32.

As entidades que compõem a Frente entendem ser fundamental fazer um esforço concentrado diuturnamente aos deputados para conseguir o número exigido de assinaturas. Na última semana o presidente da Câmara Arthur Lira ( PP/AL), prorrogou o prazo para recebimento das emendas até quarta-feira (7). Nesse período , o trabalho deve ser intensificado, em especial para reforçar a posição contrária à PEC.

Para que as emendas sejam protocoladas e irem a debate na Comissão é necessário que cada uma tenha 171 assinaturas. O período de trabalho remoto dificulta muito as ações, mas é preciso melhorar as estratégias de atuação para barrar a tramitação da PEC.

Outro ponto debatido foi a necessidade de fortalecimento da pauta contra a Reforma. O país está indo às rua manifestar rejeição a esse governo. A luta contra a reforma na Administração Pública deve ganhar também as ruas como forma de furar a bolha e conscientizar a sociedade o significado real da proposta.

A PEC 32 visa acabar com os serviços públicos essenciais a população, abrir caminho para privatizações, aniquilar o Estado brasileiro, assumir ingerência política no funcionalismo público e entre outras mazelas, promover a desordem no país.

Calendário:

24 de Julho. 4º Ato Nacional no Brasil e no Exterior pelo #ForaBolsonaro.

29 de Julho: Ato Político Virtual das Centrais Sindicais contra a Reforma Administrativa.

30 de Julho : Encontro das três esferas do Serviço Público.

Joana Darc Melo, da Fenajufe

Pin It