fbpx

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

banner tv fenajufe

banner radio fenajufe

banner tv fenajufe

banner fenacast

Servidores encenam sangue derramado do povo negro representando as maldades de Bolsonaro

Manifestação em frente o Palácio do Planalto coloriu o chão de vermelho em repúdio aos ataques racistas do governo

Nesta semana em que se celebra o Dia da Consciência Negra, servidoras e servidores levaram a temática da resistência do povo negro para as ruas da Capital federal em mais uma semana de mobilização contra a reforma administrativa.

O ato desta manhã de quarta-feira (17) levou centenas de trabalhadores da Administração Pública das três esferas do funcionalismo, em marcha até o Congresso Nacional. A manifestação seguiu do Espaço do Servidor, na Esplanada dos Ministérios até o palácio do Planalto onde realizaram uma atividade teatral.

Usando máscaras com representação de lideranças da resistência como Zumbi dos Palmares, Dandara, Acotirene e Marielle Franco, os manifestantes entoaram cânticos e palavras de ordem repudiando manifestações racistas do presidente Bolsonaro.

A temática foi usada para fortalecer a campanha#ForaBolsonaroRacista que acontecerá no dia 20 em todo o país. Ao final da marcha o chão em frente ao Palácio do Planalto foi coberto com tinta na cor vermelha representando o genocídio de negros e negras.

O governo Bolsonaro é responsável pela desigualdade e miserabilidade que atinge principalmente a raça negra. O cenário de pandemia levou 14 milhões de brasileiros e brasileiras a insegurança alimentar com aumento do desemprego e da fome.

As mobilizações permanentes contra a PEC 32 entraram para a décima semana de intensidade, não só em Brasília como também nos estados. No último sábado (13), as mais de 300 pessoas presentes na plenária contra a PEC 32 defenderam unidade na luta para derrotar a proposta.

A cada dia as ações se multiplicam e mesmo intencionado em levar a proposta para aprovação ainda este ano, o presidente da Câmara Arthur Lira(PP/AL), declarou falta de apoio da base governista para garantir seu intento.

Os atos e mobilizações seguirão até o recesso legislativo ou até a derrubada da PEC.

Anexo II

Com foco na temática da Consciência Negra, as entidades seguem com a vigília permanente em frente ao Anexo II da Câmara. Nesta semana estão programadas apresentações artísticas e culturais para dar visibilidade à cultura afro-brasileira.

A vigília segue até a quinta-feira (18). Reunião da Operativa das Centrais Sindicais definirá os novos rumos da mobilização, agendada para acontecer até o final do ano ou até derrubar de vez a PEC-32.

Programação:

Quinta-feira 18/11:

10h - Anexo Senado Federal/Ato com os senadores contra a PEC do Calote.

Joana Darc Melo, da Fenajufe

Pin It

afju fja fndc